Felipe Neto se revolta com críticas por foto em jatinho

Felipe Neto
Felipe Neto detonou os comentários sobre polêmica (Imagem: Reprodução / Instagram)

Felipe Neto usou o seu perfil do Instagram, nesta quarta-feira (13), para rebater as críticas envolvendo uma foto em que aparece sentado em jatinho. Muitos internautas alfinetaram o famoso por causa de uma publicação polêmica dele do ano passado.

“Não caia em fakenews – arraste pro lado. Os discípulos de Bolsonaro cortam o tweet, pegam só a frase ‘devemos questionar o acúmulo exagerado de capital’ e colocam ao lado uma foto minha, sempre”, disse o youtuber, que postou a mensagem completa que escreveu na época em que dividiu opiniões.

O influencer completou: “Acúmulo exagerado de capital é isso aqui: Seis brasileiros concentram mais dinheiro que os 100 milhões de brasileiros mais pobres do país”.

Em outubro do ano passado, Felipe Neto havia escrito: “Devemos questionar o acúmulo exagerado de capital. Precisamos de reforma tributária e fazer quem tem mais, pagar mais. Questionar grandes heranças, prender quem sonega. Agora, não me vem com ‘100% dos ricos é filha da put*’ que isso, além de não ser verdade, só fod* o debate.”

“Se você ignorou os três primeiros parágrafos do meu tweet e focou somente no último, além de ter usado pra debochar e propagar ódio… Bem… Acho que você sabe que se radicalizou, né?”, completou ele, na época, que sofreu muitas críticas.

Nesta semana, Felipe saiu em defesa da distribuição de absorventes higiênicos depois do veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em cima da questão. A ação beneficiaria milhões de jovens de baixa renda e contribuiria para uma questão fundamental de saúde pública.

Em tom debochado e polêmico, o youtuber afirmou que, “se homem sangrasse pelo rabo todo mês”, o governo federal “já teria projeto de absorvente grátis desde 1954”.

O comentário de Felipe Neto surgiu horas depois de um vídeo de Rafa Brites, que reagiu revoltada após a atitude de Bolsonaro: “A gente precisa mobilizar as redes sociais, compartilhar essa notícia e derrubar esse veto de lei, desse projeto de lei tão especial para todas as mulheres, de todas as idades”.

“E principalmente do futuro da educação do país, que depende de nós mulheres estarmos lá sendo educadas e ocupando o nosso espaço”, declarou.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›