Fernanda Machado apoia vacina contra a Covid-19 e conscientiza sobre questão importante

Fernanda Machado
Fernanda Machado apoia vacina contra Covid-19 e conscientiza sobre questão importante (Imagem: Reprodução / Instagram)

Fernanda Machado é mãe de duas crianças, sendo a mais nova de 10 meses, e teve direito a tomar a vacina contra a Covid-19 em fevereiro, porque participou de um estudo impactante nos Estados Unidos. A artista conscientizou sobre a importância da imunização em mensagem firme.

A atriz foi testada com outras mães num estudo que buscava averiguar a qualidade dos anticorpos no leite materno de vacinadas, afim de saber se eles tem utilidades no combate ao novo coronavírus:

1 vacina que salva 2 vidas! Vacina já para gestantes, puérperas e lactantes! Já está comprovado que a vacina protege a mãe e o bebê, são 2 vidas que estão em jogo (…) E não só nesse estudo que participo, mas como em muitos outros mundo a fora, já foi comprovado que a vacina protege a mãe e o bebê no caso das gestantes e lactantes”.

Na sequência, Fernanda falou da situação alarmante da pandemia no Brasil, em especial para esse grupo que ela foi testada e deixou sua mensagem final, esperando atitudes dos governantes e lamentando pelas centenas de milhares de mortes:

Infelizmente o Brasil tem o maior índice de morte materna no mundo por conta do Covid. São 22 mortes por semana de mulheres grávidas e puérperas, e tem também um número alto de morte de bebês de até 1 ano por conta do vírus. É devastador e revoltante demais. É uma tragédia gigantesca. Meu coração fica em pedaços em pensar nessas famílias destroçadas pra sempre. Nos últimos dias dei meu suporte digital, assinando várias campanhas que estão acontecendo para que grávidas, puérperas e lactantes sejam prioridade e recebam a vacina o quanto antes”.

Confira:

Matheus Henrique MenezesMatheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›