Fernanda Montenegro diz que mandato de Bolsonaro é pior que a ditadura

Fernanda Montenegro
Fernanda Montenegro desabafa sobre a situação do país na mão de Bolsonaro (Imagem: Reprodução / Globo)

Em entrevista ao Fantástico no último domingo (7), Fernanda Montenegro descascou críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e afirmou que o mandato do capitão “é pior do que a ditadora, porque veio pelo voto”.

O comentário da veterana de 92 anos surgiu depois da comparação com o período do regime militar que o Brasil atravessou entre os anos de 1964 e 1985.

“É pior [do que a ditadura], porque veio pelo voto, então há uma organização política por trás, tradicional, que opta por essa calamidade e por essa tragédia”, começou.

“Em todo governo de força, a primeira coisa é estrangular a cultura das artes, porque é um onde o país existe com a assinatura e com a opção de um futuro”, explicou Fernanda, que prosseguiu:

“O Brasil comprovou que não é possível ter reeleição, foi comprovado que a reeleição exige compra, venda e aluguel do poder político. Esse homem [Bolsonaro] não está no poder da noite para o dia”.

“A contestação está igual, a visão trágica do momento que a gente vive está igual, mas não é que eu esteja calma. Às vezes eu tenho a impressão que temos um país em Brasília que coloniza o Brasil aqui, mas a gente deve cantar”, ressaltou.

Oscar

Fernanda Montenegro deu uma baita resposta em entrevista à Veja sobre a indicação ao Oscar em 1999, quando disputou a estatueta dourada contra Meryl Streep, Cate Blanchett e Gwyneth Paltrow.

Ela garantiu que não fica lamentando pela derrota. “Prêmios, às vezes, vêm. Às vezes, não. O momento daquele Oscar foi inesperado. E daí? O filme de Walter Salles continua sendo um ‘não Oscar’ maravilhoso. A vida continuou. A vida continua”, afirmou.

Fernanda Montenegro também falou sobre seus trabalhos na televisão e relembrou Babilônia, escrita por Gilberto Braga, que morreu em outubro, aos 75 anos. A artista lembrou do beijo em Nathália Timberg, que gerou muita polêmica entre os telespectadores.

“Esse beijo, para surpresa geral, aconteceu logo no primeiro capítulo entre duas atrizes, na época com a idade de 86 anos. Nathália e eu nos beijamos suavemente, delicadamente, na boca. Por que não?”, questionou.

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›