Fifa abre o jogo após anúncio de guerra judicial com a Globo

Fifa
Fifa se manifesta após briga na Justiça com a Globo (Imagem: Divulgação / Globo)

A Fifa falou pela primeira vez após a decisão da Globo, que foi à Justiça contra o pagamento da parcela de US$ 90 milhões de um acordo firmado com a entidade internacional em 2011 para os direitos de transmissão dos eventos organizados por ela entre 2015 e 2022.

Na terça-feira (23), o canal carioca conseguiu uma liminar na 6ª Vara Empresarial da Justiça do Estado do Rio de Janeiro que determinou o não pagamento da parcela, que venceria no dia 30 deste mês.

Em resposta à coluna do jornalista Marcel Rizzo, do UOL, um representante da federação disse que “não considera apropriado comentar discussões que podem estar sujeitas a procedimentos legais”, mas apontou que “espera que os compromissos firmados pela Globo sejam respeitados e está confiante que uma solução será encontrada”.

“Sempre procuramos apoiar nossos parceiros por meio de um diálogo construtivo e continuamos a fazê-lo nas dificuldades que todos enfrentam durante a pandemia de Covid-19”, declarou a Fifa. Procurada, a Globo afirmou que “não comenta casos sub judice”.

O caso deve ser resolvido na Corte Arbitral da Suíça, país sede da entidade máxima do futebol. Por lá será decidido se a renegociação será necessária ou se tudo ficará como está. Há 9 anos, emissora carioca e a federação internacional assinaram um acordo de R$ 600 milhões. O pagamento seria feito em 9 parcelas.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›