Filha de Tom Veiga, o Louro José, se lança como atriz ao lado de Roberta Miranda

Tom Veiga
Filha de Tom Veiga se lança como atriz (Imagem: Reprodução / Instagram)

A filha de Tom Veiga (1973-2020), o Louro José, Amanda Veiga estreou como atriz em novo show de Roberta Miranda. Num dos momentos da apresentação, a cantora faz uma retrospectiva da própria carreira e divide o espetáculo com histórias e canções.

É neste momento em que a cantora contracena com a sua versão jovem, que é interpretada pela filha do ator, que faleceu em novembro do ano passado. A informação foi divulgada pelo jornal Extra, que informou que, além de atuação, Amanda também estuda Rádio e TV.

“Muito obrigada, de coração, a todos que estiveram comigo nesse dia tão maravilhoso. Vocês não têm noção de quantas lágrimas derramei por esse momento. Foi lindo estar com o meu público”, afirmou a cantora sertaneja, na estreia.

Em seu perfil no Instagram, Roberta Miranda contou um pouco do show. “Vou tentar explicar My Life [minha vida, em inglês]. Não dá. Tem que ver o espetáculo para entender. O diretor conta desde que eu trabalhava como cantora na noite por 14 anos. Aí quando aparece aquela menina vestida de branco, sou eu! Cheia de sonhos! Robertinha interpretada pela atriz Amanda Veiga”, citou a famosa.

“Depois alcançando o sonho de compositora até chegar à consagração dada pelo povo como ‘rainha da música sertaneja’. Título que repito: não mereço pois acho muito para o meu coração, mas sempre tentei fazer jus com amor e paixão”, completou Roberta.

Tom Veiga morreu no dia 1º de novembro de 2020 após sofrer um AVC (acidente vascular cerebral) hemorrágico. O famoso foi encontrado já sem vida pelo amigo e apresentador André Marques, em casa, na Barra da Tijuca, no Rio.

Um ano da morte

No começo do mês, Cybelle Hermínio, viúva de Tom, abriu o coração em uma publicação no Instagram. Em seu perfil, a moça recordou o momento difícil que enfrentou ao saber da morte do ator, que faleceu no dia 1º de novembro do ano passado.

“Há um ano, eu acordava mais um dia sem apetite, caminhava até a varanda com o livro que já tinha tentando começar a ler inúmeras vezes e li um capítulo. Depois disso existe um blackout até o início das 16h”, iniciou.

“Naquela tarde, liguei para minha mãe. Não durou muito, em menos de um minuto da ligação de vídeo, meu pai sai gritando do quarto até a sala onde minha mãe estava ‘O Tom, o Tom, o Tom morreu’. Eu não ouvi direito, minha mãe com uma cara que eu não consigo descrever repete com ar de incrédula ‘Minha filha, o Tom acabou de falecer’”, completou.

“Na minha cabeça não era verdade aquilo, não podia ser. Ao desligar, meu telefone travou de tanta mensagem e ligações que comecei a receber. Entrei no carro deixei o Pedro na casa da vizinha e fui”, contou Hermínio, relatando que foi para a casa em que morou com ele. Para quem não sabe, os dois estavam em processo de divórcio, mas ainda não tinham assinado os papéis.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›