Filho descobre a verdade sobre o Goleiro Bruno e faz promessa: “Esse dia vai chegar!”

Filho do Goleiro Bruno mora com a avó (Imagem: Reprodução – Globoplay / Montagem – RD1)

O goleiro Bruno foi condenado pela morte da modelo Eliza Samudio, mãe do seu filho, Bruninho, que está com 11 anos de idade e já sabe de tudo que aconteceu na época do seu nascimento.

De acordo com o jornal Extra, a mãe de Eliza, que cuida dele desde o seu nascimento, revelou que o menino se revoltou quando ficou sabendo toda a verdade, chegando a se sentir culpado:

“Dia desses, ele me questionou sobre a morte da mãe porque se sente culpado pelo crime. Nunca tinha visto ele se revoltar ou ficar tão abalado. Vi meu neto socar o colchão dele com força… Disse que ele não é culpado de nada. O único culpado nessa história é o pai”.

Em sua declaração, ela disse que essa foi a primeira vez que ele demonstrou desejo de conhecer o pai: “Pela primeira vez ele manifestou a vontade de conhecer Bruno”.

“Mas diz que esse dia só vai chegar quando puder estar na mesma altura que ele, para olhá-lo nos olhos”, disparou, explicando que ele não tem recebido a pensão alimentícia do pai.

Há cerca de um ano, quando Bruninho estava com 10 anos de idade, o jornal Extra revelou que a criança estava seguindo os passos do pai.

Ele treinava em uma escolinha de futebol em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e já mostrava talento com títulos conquistados em campeonatos estaduais sub-12.

Bruninho chamava a atenção de olheiros e sua avó materna de Bruninho, Sônia Silva Moraes, que tem a guarda da criança, falou pela primeira vez sobre o assunto.

Segundo ela, o sonho em ser goleiro vem desde os 8 anos. Na época, ele nem sabia da profissão do pai nem da condenação pelo assassinato da mãe.

Foi uma coisa inconsciente, nasceu dele, e não influência do pai. A mãe dele também foi goleira por dez anos”, explicou a senhora.

“Quando ele falou que queria ser goleiro, o levei a uma escolinha para uma aula experimental. No final do treino, o preparador disse que ele era um goleiro nato, que só precisava de treinamento. Ele leva jeito. Tem uma altura muito boa e é extremamente apaixonado pelo que ele faz”, revelou.

“Se eu pudesse escolher, não gostaria que ele fosse jogador de futebol, mas é a escolha dele, é a paixão dele, a vida é dele. Demorei um tempo para aceitar isso. A minha psicóloga falou que a gente não escolhe o que o outro quer ser, que temos que aconselhar e apoiar”, completou.

Vale lembrar que, no dia dos pais deste ano, em entrevista ao site ContilNet, o garoto declarou que o pai “deveria ficar em prisão perpétua”. Bruno, porém, não pareceu ter se abalado com a declaração em seu perfil no Instagram.

Em comemoração ao Dia dos Pais, uma fã questionou a ausência do garoto e, sem rodeios, Bruno respondeu: “Primeiro temos que saber do resultado do DNA, se for comprovado com certeza terá muitas fotos com ele”.

Na foto publicada, o goleiro estava com a filha mais nova, que teve com a atual esposa. O exame de DNA do filho mais velho, porém, ainda não foi realizado.

Confira:

Bruninho vive com a avó materna Sonia de Fátima no Mato Grosso do Sul (Imagem: Reprodução / Jornal Extra)

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›