Fora da Globo, Angélica faz revelação sobre os 25 anos do Caça Talentos

Angélica atuou no Caça Talentos da Globo Thyane Dantas é esposa de Wesley Safadão (Imagem: Reprodução – Globoplay / Montagem – RD1)

Angélica celebrou nesta semana os 25 anos do seriado Caça Talentos, que foi protagonizado por ela em um dos seus primeiros trabalhos como atriz na Globo.

Diante disso, ela falou sobre o assunto em entrevista ao GShow e contou como foi esse período: “É muito gostoso poder falar desses 25 anos”. E revelou:

“Foi uma fase da minha vida de muitas mudanças – mudança de emissora, mudança de cidade – uma nova etapa na qual recebi o carinho e o apoio de muita gente. Caça Talentos foi a cereja do bolo”.

“Era muito divertido viver a Fada Bela, apesar de ter sido bem trabalhoso. O convívio com a equipe era ótimo”, completou a apresentadora.

Vale lembrar que, atualmente, Angélica não é mais contratada da Globo. Seu marido, Luciano Huck, porém, estreou recentemente no Domingão da Globo.

Ele, inclusive, separou para um capítulo inteiro do seu livro De Porta em Porta, que acabou de ser lançado, para falar sobre Angélica.

Segundo o jornal Extra, na parte especial, o apresentador conta como conheceu a artista e o desenrolar da história dos dois.

Nas páginas, o global revela que os dois se encontram pela primeira vez e se apaixonaram nos bastidores do filme Um Show de Verão, em 2003. Na época, os dois estavam namorando outras pessoas.

“Não tínhamos passado nem da primeira página (da leitura) do texto e eu já estava completamente apaixonado. (…). O problema é que desta vez havia não um, mais dois pequenos detalhes: ela estava namorando, e eu também”, contou Luciano, mas sem citar nomes.

No entanto, de acordo com a publicação, na ocasião, a loira namorava com Maurício Mattar, e Huck com a estilista Astrid Monteiro de Carvalho.

Encantados, os famosos tomaram uma decisão. “Os bastidores das filmagens foram dignos da expressão ‘história de cinema’. Nós dois, os protagonistas, terminamos os relacionamentos em que estávamos e mergulhamos no nosso conto de amor”, contou Luciano.

Ainda no livro, o autor relembra todas as vezes que encontrou Angélica antes do início da relação. A primeira foi em meados dos anos 90, nos bastidores de um ensaio para uma revista.

No dia, dos dois estavam posando com seus respectivos pares para uma matéria sobre o Dia dos Namorados.

Alguns anos depois, já em 2000, a loira, acompanhada do namorado da época, foi na festa de lançamento do Caldeirão do Huck, Morro da Urca, no Rio de Janeiro.

O encontro seguinte foi quando a produção do programa convidou a atual ex-global para cantar na atração. Depois, os dois ainda gravaram um quadro para Caldeirão em Fernando de Noronha.

“Nos sentamos frente a frente no voo de ida, e confesso que já fiquei fascinado. Tudo nela era intenso: a cor dos olhos, a pele, o sorriso fácil, a voz rouca, a simpatia contagiante, o bom humor. Aquela Angélica da televisão, do ‘Vou de táxi’, das capas de revistas, não estava mais lá. Na intimidade, ela era melhor ainda: uma moça normal, gente fina, divertida e muito inteligente“, recordou Luciano em seu livro.

“O encontro só não foi perfeito por um ‘pequeno’ detalhe: Angélica tinha namorado. A viagem acabou, a vida seguiu, cada um para o seu lado“, lamentou.

Após os anos de admiração, a oportunidade de aproximação aconteceu, que foi quando o apresentador foi convidado para viver o par romântico da artista nos cinemas. “E o motivo para aceitar estava ali no set, do meu lado, vestindo macacão jeans e camiseta branca”, detalhou o famoso.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›