Fora da Globo, Renato Aragão revela desejo de fazer A Praça é Nossa

Renato Aragão (Globo/João Cotta)
Renato Aragão garante que deseja participar de A Praça é Nossa (Globo/João Cotta)

A demissão de Renato Aragão da Globo chamou a atenção de muita gente. O veterano foi dispensado após mais de 40 anos de contrato. Em conversa com seus seguidores, nesta quarta-feira (1), no Instagram, ele contou que gostaria de participar do humorístico A Praça É Nossa, do SBT.

Há alguns anos Carlos Alberto de Nóbrega convida o amigo para uma participação, mas não conseguia em função do seu contrato com a Globo. Um seguidor, então, questionou o criador do Didi Mocó sobre uma ida para a atração do SBT.

“Claro. E ao lado do Carlos Alberto, que é meu irmão, ficaria muito bem. Vamos ver”, respondeu Renato Aragão, que ainda marcou o perfil do contratado da emissora de Silvio Santos.

Sobre os planos de fazer novos filmes, o humorista desabafou: “Vou continuar. Em breve teremos novidades. Aguarde e confie”.

Ao anunciar que havia perdido o contrato da emissora carioca, Renato afirmou, para o colunista Maurício Stycer, do UOL: “Para mim, ampliou meus projetos. Você não sabe como eu estou gostando. É uma nova etapa. Não paro nunca, sempre trabalhando. Eu me considero meio máquina, meio humano”, disse.

“Primeiro, Os Trapalhões. São 20 anos de sucesso contínuo. Criei o Criança Esperança, que também foi uma maravilha. Depois a Turma do Didi. Fiz muita coisa, tive muita alegria na Globo, não tenho nada de ruim para falar. Estou muito feliz com ela”, destacou o famoso.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com