Fora da polêmica sobre cachês, Gusttavo Lima é surpreendido com condenação na Justiça

Gusttavo Lima
Gusttavo Lima é condenado pela Justiça de São Paulo (Imagem: Reprodução / YouTube)

Atordoado com a polêmica envolvendo os valores dos seus cachês em eventos pagos por prefeituras, Gusttavo Lima foi alvo de mais uma polêmica. Desta vez, o sertanejo foi condenado pela Justiça de São Paulo por conta do hit Bloqueado.

A Justiça aceitou o argumento da defesa de uma mulher que processou o famoso depois que seu número parou na música, um dos sucessos do aliado do governo federal. A indenização foi definida em R$ 50 mil, segundo informações do UOL.

A mulher contou em juízo que soube que seu número de telefone havia sido citado na música em agosto do ano passado, quando virou alvo de ligações e mensagens de fãs do cantor via rede social.

Veja Também

A anônima salientou que a situação ficou mais grave depois que Gusttavo Lima compartilhou um vídeo incitando as pessoas a telefonar para descobrir quem era o verdadeiro proprietário da linha. Na ação, ela revelou que “tal falto gerou uma enxurrada de ligações e mensagens”.

Até 15 de dezembro, segundo o processo, a música conquistou 12,8 milhões de visualizações no YouTube e foi reproduzida mais 9,8 milhões de vezes na plataforma de áudio Spotify.

Justiça não concorda com atitude de Gusttavo Lima

A juíza Tamara Hochgreb Matos avaliou que, ainda que Gusttavo Lima não tenha tido a intenção de prejudicar a proprietária, “ele não teve a mínima cautela ao mencionar no refrão de sua música um número de telefone existente, de titularidade de pessoa desconhecida”.

Na ação, a magistrada citou o fato dele ter incentivado os fãs a ligar e mandar mensagens para o número. “Aquele que por ato ilícito causar dano a outra pessoa, fica obrigado a repará-lo”, declarou.

A juíza discordou na supressão do número do celular da canção, “uma vez que a música já é conhecida e está disponibilizada a milhões de fãs”. A mulher pediu uma indenização de R$ 105 mil, mas o valor caiu para R$ 50 mil.

A música foi composta por Rodrigo Reis, Renno Poeta e Kinho Canhão, e interpretada por Lima. Procurado, o advogado Cláudio Bessas vai recorrer da decisão.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›