Gaby Amarantos desabafa sobre autoestima e comenta valorização de corpos reais

Gaby Amarantos
Gaby Amarantos falou sobre sua rotina de alimentação e exercícios físicos (Imagem: Reprodução / Instagram)

A favor da valorização e da normalização de corpos reais, Gaby Amarantos falou sobre autoestima e defendeu a pauta que tanto prega.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

[Mostrar a pele] eu acho que é uma coisa natural, não que a gente tenha essa intenção. Eu e Preta Gil meio que surgimos na mesma época, quando não se fazia muito isso”, disse a cantora, em conversa com a Quem.

“Acho que isso é uma coisa natural. Como as pessoas já prestam atenção e sabem que a gente precisa valorizar todos os corpos que são reais, acaba sendo um ato político”, pontuou.

publicidade

Veja Também

“Me acho linda, sexy, gostosa e quero colocar minha barriga de fora, mostrar a minha bunda, porque eu sou linda e maravilhosa”, afirmou Gaby Amarantos, que abriu o jogo sobre sua alimentação e exercícios físicos:

“Eu como de tudo, mas durante a semana eu faço uma dieta balanceada. No final de semana como glutén, faço exercícios, mas é tudo muito tranquilo. Não sou marombeira, não! Faço caminhada, gosto muito de yoga, gosto muito de pilates, coisas que alongam e sempre um aeróbico”.

Gaby Amarantos fala sobre realização de sonho

Cabe lembrar que a artista está no ar atualmente em Além da Ilusão. Em conversa com a coluna de Patrícia Kogut, a famosa contou como está feliz em trabalhar na obra: “Eu já tinha feito outros trabalhos como atriz, mas novela é algo realmente totalmente diferente. Ela demanda muito mais. Estou praticamente imersa. Tem sido incrível”.

Interpretando a Emília, uma uma mulher que sonha em se tornar cantora de rádio, a famosa refletiu: “Ser uma cantora famosa naquela época era ser uma cantora do rádio. Estou me conectando com a minha mãe e com as minhas avós a partir desse trabalho. Muitos pontos lembram o início da minha carreira, em Belém, mas a Emília não sou eu. No decorrer da história, ela vai aprontar muita coisa”.

publicidade

“Desde criança eu sonhava em ser atriz, mas por muito tempo me senti oprimida pela falta de diversidade. Nenhuma atriz de TV tinha o corpo igual ao meu”, recordou.

“Neste sentido, é muito importante ter mulheres negras e com diferentes tipos de corpos no ar. Me sinto orgulhosa de poder inspirar outras meninas. Quero continuar e poder cada vez mais fazer personagens poderosas”, finalizou.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Da RedaçãoDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.