Galvão Bueno se emociona e desabafa após reportagem sobre Maradona

Galvão Bueno
Galvão Bueno se emociona com reportagem sobre Maradona (Imagem: Reprodução / Globo)

A morte de Maradona, aos 60 anos, foi a pauta dos maiores programas esportivos nas últimas horas. Ontem (26), durante o enterro do ídolo argentino, o Seleção SporTV colocou no ar uma reportagem que encheu de lágrimas os olhos de Galvão Bueno.

O veterano reviveu um momento importante para o futebol brasileiro e argentino. Em 2005, Maradona participou do Jogo das Estrelas, evento organizado anualmente por Zico. A participação do deus do futebol ocorreu após um período internado por conta das drogas.

“Eu sou um chorão. Já estou aqui cheio de lágrimas. Que momento é esse… Senhor Deus, por favor, receba muito bem Maradona e que ele tenha finalmente paz”, desejou o contratado da Globo, visivelmente emocionado.

O jornalista Carlos Eduardo Lino destacou que “o tom da reportagem é que há 15 anos ele tinha se livrado das drogas e estava noutra”, e acrescentou: “A vida é uma loucura”. Maradona morreu após um mal súbito em casa, em Tigre, região metropolitana de Buenos Aires.

Em outro momento, Galvão Bueno comparou a comoção dos argentinos com a dos brasileiros, em 1º de maio de 1994, com a morte de Ayrton Senna. “Os argentinos viveram ontem o 1º de maio de 1994 deles. Nesse dia, o Brasil perdeu um ídolo esportivo que era mais que um ídolo esportivo, era um herói brasileiro. Ontem, a Argentina perdeu seu herói esportivo. Talvez só comparável às mortes de Gardel e Evita”, ressaltou.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›