Gil do Vigor relata dificuldades na vida nos Estados Unidos: “Já chorei”

Gil do Vigor
Gil do Vigor contou como tem sido difícil lidar com certas situações (Imagem: Reprodução / Instagram)

Quem pensa que a vida no exterior é só glamour, está enganado. Prova disso é que Gil do Vigor tem enfrentado um verdadeiro desafio em sua estadia pelos Estados Unidos. Durante uma participação no Mais Você, o ex-BBB relatou suas maiores dificuldades:

“Estou bem, está sendo uma luta, não imaginava que seria tão difícil. É saudade, mas estou me esforçando. É um pouquinho difícil, mas vou regozijar. Está sendo uma das maiores experiências da minha vida. Nunca imaginei estar aqui”.

Tem a dificuldade de fazer amigos por causa do idioma. Já chorei…. a experiência é algo fora do comum e sou muito grato. O Gil de uma semana atrás é um outro Gil hoje. Daqui a quatro, cinco ou seis anos vou ser uma pessoa ainda muito melhor“, explicou.

O economista contou também que precisou mudar seus hábitos e tem usado muito a bicicleta para se locomover. “Aqui são 5 da manhã. Você fala e o pessoal na rua escuta. Eu gosto de berrar, né? Mas estou um homem organizado agora, não posso gritar que nem no Brasil porque o povo já me olha e peço ‘sorry’ [desculpa, em inglês]”, brincou, completando:

“A vida do servo não é fácil. Tava colocando o mapa no celular, mas eram muitas curvas a letra na tela fica pequena, fui tentar abrir e tinha uma calçada. Foi a derrota do servo. Eu caí de bicicleta, me olharam e nem ajudaram. No Brasil, a gente já vai acudir”.

Ao falar sobre as diferenças culturais entre os brasileiros e americanos, Gil explicou: “Quando cheguei aqui, foi outra realidade. Montei a cama, a mesa, teve período de dormir no colchão com coisas emprestadas dos amigos. As coisas não são tão simples, então começamos a valorizar as coisas, a comida da minha mãe“.

Começa a sentir uma diferença. O povo não chega e dá um abraço. Você vai entendendo a importância do carinho, do abraço, do afeto. Tudo isso senti muito porque nosso calor, nosso conforto um com outro aqui não tem“, seguiu.

Questionado sobre como tem sido as aulas na universidade, o ex-brother afirmou que está indo muito bem. “É um pouco mais fácil do que imaginei, mas, ao mesmo tempo, a dificuldade é fazer a pergunta porque tenho que explicar, às vezes desenho. Não teve nada que me assustou, tudo vi no Brasil na época do mestrado“, concluiu.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›