Globo arrasa e bate recorde na TV e na internet com as Olimpíadas de Tóquio

Globo
Galvão Bueno na transmissão de encerramento das Olimpíadas de Tóquio; evento garante alta audiência na Globo (Imagem: Reprodução / Globo)

A Globo colheu bons frutos graças às Olimpíadas de Tóquio. A audiência dos Jogos ao longo das duas últimas semanas colocou o Plim Plim na liderança isolada na TV aberta com direito a recordes no sinal gratuito, na TV por assinatura e até na internet por meio do Globoplay.

De 21 de julho até 8 de agosto, o canal da família Marinho cresceu 43% na sua média durante as manhãs, e 20% ao longo das madrugadas, segundo o jornalista Ricardo Feltrin, do UOL. Por conta do fuso horário, as Olimpíadas de Tóquio foram exibidas entre 22h00 da noite e meio-dia.

No PNT (Painel Nacional de Televisão), a Globo deu 7 pontos de média, recorde histórico. Nas manhãs, o resultado foi ainda melhor: 10 pontos de média. Cada ponto representa 268 mil domicílios e 716 mil telespectadores.

Em São Paulo, as manhãs tiveram um aumento de 29% na audiência. Na madrugada, os números cresceram 40%. A maior média foi conquistada com Brasil x Espanha, último jogo da Seleção Brasileira masculina de futebol, que faturou o bicampeonato e a medalha de ouro, 21 pontos de média e 58% de participação (número de televisores ligados).

No vôlei, a audiência da Globo saltou 140% quando a Seleção Brasileira feminina conquistou a medalha de prata. O bronze perdido pela seleção masculina deu à emissora 125% a mais na audiência.

TV por assinatura

Com o SporTV disponibilizando nada menos que quatro canais, o Grupo Globo assegurou 90% da audiência entre os canais esportivos.

No horário nobre, três dos quatro canais do SporTV ficaram entre as três primeiras posições. As modalidades preferidas do público foram o skate, o surfe, o atletismo e a canoagem.

Globoplay e GE

No Globoplay, 10 milhões de horas foram consumidas em razão dos Jogos Olímpicos, representando incríveis 80% de todo o consumo do Globoplay + Canais ao vivo.

No GE.com, o consumo de vídeos cresceu 103% na comparação com a média de duas semanas atrás. A maior procura foi por vídeos de surfe e skate. Na primeira modalidade, o país foi ouro com Ítalo Ferreira. Na segunda, prata para Rayssa Leal. O futebol apareceu em terceiro lugar.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›