Globo avalia naming rights do Corinthians e possível desgaste com clubes

Globo
Globo abre discussões sobre naming rights do Corinthians (Imagem: Divulgação / Globo)

O Corinthians não anunciou oficialmente que a empresa Hypera Pharma será a dona dos naming rights do seu estádio, mas a Globo já abriu discussões internamente sobre o possível desgaste da novidade com os outros clubes, como Palmeiras e Red Bull Bragantino.

O Alvinegro já pediu que o novo nome da Arena seja citado nas transmissões, mas a emissora não deu uma resposta. O argumento pró-Corinthians envolve a parceria já existente entre Globo e Hypera Pharma.

Desde o ano passado, a gigante farmacêutica, dona de marcas como Estomazil, é uma das patrocinadoras masters do futebol no canal da família Marinho. As informações são do repórter Gabriel Vaquer, do UOL Esporte.

A TV, no entanto, usa como argumento que é uma regra da casa citar apenas marcas que pagam por isso e que são suas parceiras comerciais via contrato. Para aparecer nos jogos da Globo, a Hypera Pharma pagou uma cota de R$ 307 milhões.

Para o Corinthians, a novidade seria inédita e uma forma de mostrar sua força nos bastidores do futebol brasileiro. Dentro da empresa existe uma ala que defende a manutenção da regra, porque caso o time paulista receba o “sim”, o mesmo teria que ser feito para Palmeiras e RB Bragantino, já que os dois acertaram a não-citação das suas marcas parceiras nas transmissões.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.