Globo, Band e SBT informam ajuda da Argentina à Bahia; Record fica em silêncio

Globo
Ana Paula Araújo no JN; Celso Freitas no JR; canais de TV se dividem sobre ajuda da Argentina à Bahia (Imagem: Reprodução – Globo – Record / Montagem – RD1)

A Bahia foi alvo dos principais telejornais do país, mas um detalhe colocou um ponto de interrogação nos telespectadores do Jornal da Record. Enquanto a Globo, a Band e o SBT falaram sobre a oferta de ajuda da Argentina ao Brasil, a Record ficou em silêncio.

Na quinta-feira, 30 de dezembro, no auge da notícia sobre a recusa do governo federal ao oferecido pelo governo argentino para os atingidos pelas chuvas na Bahia, a Globo tratou do assunto no JN, a Band no Jornal da Band e o SBT no SBT Brasil.

O telejornal mais visto do país salientou que o presidente Jair Bolsonaro (PL) esteve na região mais atingida pelas chuvas e depois “entrou de férias”.

O JN ainda detalhou ponto por ponto das razões apresentadas pelo Ministério das Relações Exteriores para a recusa da ajuda.

O SBT Brasil livrou Bolsonaro das críticas e reforçou que que recusou “a ajuda humanitária oferecida pela Argentina à Bahia” foi o Ministério das Relações Exteriores. O telejornal pontuou que o governo da Bahia, comandado por Rui Costa (PT), foi “surpreendido” com a negativa do governo brasileiro.

O Jornal da Band colocou mais lenha na fogueira e apontou uma ação eleitoral sobre o assunto. Em um bloco sobre as eleições deste ano, o jornal apontou que a “ajuda simbólica” rechaçada por Bolsonaro repercutiu entre os “adversários políticos do presidente”.

Ciro Gomes (PDT) e Lula (PT) lançaram ataques contra o presidente. A Record, por sua vez, não falou sobre a questão em seu principal telejornal.

TV mais ligada ao atual governo, a TV do bispo Edir Macedo passou em branco sobre o tema mais importante da última semana de 2021.

Record contra Bolsonaro

A única vez que a emissora paulista se mostrou contra o atual governo foi durante a rebelião de bispos da Igreja Universal de Angola, além do próprio governo local, contra a instituição religiosa.

Em uma matéria de vários minutos, o JR usou todo o seu arsenal contra o Ministério das Relações Exteriores contra a sua passividade sobre o fato.

Gostou do conteúdo? Siga @rd1oficial no Instagram e RD1.com.br no Facebook para acompanhar as últimas notícias dos famosos.

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›