Globo
Afiliada da Globo em Alagoas é centro de polêmica (Imagem: Reprodução / Globo)

A Globo está sendo acusada de fazer “retaliações” contra jornalistas que fizeram greve em junho do ano passado, no Estado de Alagoas.

A afiliada da emissora, a TV Gazeta, chegou a demitir 15 jornalistas e apresentadores e foi obrigada pela Justiça trabalhista a reintegrá-los às suas respectivas funções.

De acordo com o jornalista Ricardo Feltrin, do UOL, desde então, o canal passou a promover uma espécie de “castigo”, reduzindo ganhos, benefícios e até visibilidade.

O objetivo inicial era reduzir em 40% o salário das equipes, mas como a decisão não pôde ser tomada, restou rebaixá-los de cargos, aumentando a pressão sobre os profissionais.

A emissora local pertence à família do senador Fernando Collor de Mello, que chegou a ser obrigada a disponibilizar férias a todos os reintegrados por lei.

Em seguida, foram feitos os rebaixamentos, nos quais produtores e apresentadores viraram editores, enquanto funcionários foram colocados em cargos menores.

Há ainda âncoras e comentaristas que foram afastados do ar, mesmo com anos de trabalho na casa, no comando de programas como “Bom Dia Alagoas” e “ALTV 1ª Edição”.

Crise na afiliada da Globo

A publicação informa que uma crise econômica e política toma conta da emissora local, cujo prédio que a sedia deverá ir à leilão para pagar dívidas.

Luís Amorim, diretor-executivo, e Collor de Mello estão sendo ainda investigado pela Lava-Jato, sob acusações de corrupção.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!