Vídeo Show
Quadros de entretenimento na Globo poderão levar selo “Vídeo Show” (Imagem: Reprodução / Globo)

Engana-se quem pensa que a Globo vai abdicar do título “Vídeo Show” após o término da atração nesta sexta-feira (11). Os planos, apesar de menores, deverão manter vivo o nome que é mais do que conhecido do público.

De acordo com a jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, a ideia é que a marca seja atrelada a materiais sobre bastidores das produções a serem exibidas nas plataformas digitais e na televisão.

Há, inclusive, a ideia de um quadro dentro do “Mais Você” ou de outra atração com o nome do extinto programa, com um selo da marca aparecendo no vídeo. Nada, porém, foi confirmado.

Segundo o colunista Flávio Ricco, do UOL, a marca “Vídeo Show” segue sendo da Globo até, pelo menos, junho de 2022, quando o registro feito pela Globo termina. O futuro dela, porém, é um mistério.

Após “último suspiro”, “Vídeo Show” volta a perder para a Record

Durou um dia o “sopro de vida” do “Vídeo Show”, cujo término está decretado para esta sexta-feira (11). Após vencer o quadro “A Hora da Venenosa”, no “Balanço Geral”, na terça-feira (8), o programa de Joaquim Lopes e Sophia Abrahão voltou para o segundo lugar na audiência, nesta quarta-feira (9). Na grade matutina da Globo, o destaque, mais uma vez, ficou por conta dos telejornais.

Entre 14h01 e 15h08, “A Hora da Venenosa” e a reprise de “Bela, a Feia” asseguraram a liderança com 8,7 pontos – contra 8,0 do “Vídeo Show”. Considerando apenas o confronto do quadro, capitaneado por Fabíola Reipert, Matheus Furlan (substituindo Reinaldo Gottino) e Renato Lombardi – de 14h01 às 15h –, com a atração de Joaquim e Sophia, 9,0 pontos para a Record x 7,9 da Globo.

🔵Boletim RD1 💥 Notícias dos Famosos

COMENTÁRIOS - Interaja Você Também! ⬇

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!