Globo questiona segurança e pede consenso entre clubes para a volta do Carioca

Gabigol é um dos principais nomes do Flamengo, que e entra em campo hoje pelo Campeonato Carioca, sem transmissão da Globo
Gabigol é um dos principais nomes do Flamengo, que entra em campo hoje pelo Campeonato Carioca, sem transmissão da Globo (Imagem: Divulgação / Globoesporte.com)

Com receio das consequências que o retorno precipitado do Campeonato Carioca poderá acarretar, a Globo enviou uma carta aberta à Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) pedindo explicações adicionais sobre os protocolos de segurança que serão adotados na realização dos jogos.

Apesar do veto a presença das torcidas, a emissora teme pela saúde dos atletas e também dos profissionais envolvidos na cobertura. “O protocolo apresentado é impreciso em relação a vários aspectos do trabalho destes profissionais e não sabemos se houve a aprovação pelas autoridades públicas na área da saúde”, reitera o canal.

Detentora dos direitos de transmissão, a Globo também impõe como condição para o retorno das transmissões que todos os clubes participantes estejam de acordo com a retomada da competição, o que não acontece hoje. O documento deixa subentendido que, enquanto isso não acontecer, as partidas não serão exibidas.

Dos quatro grandes clubes do Rio de Janeiro, apenas Vasco e Flamengo concordam com a volta aos campos. A equipe rubro-negra, aliás, tem jogo agendado para hoje (18) às 21h, contra o Bangu.

Na contramão, os presidentes de Botafogo e Fluminense adotaram uma postura mais cautelosa. Os dois times defendem que a bola role apenas em julho e garantem que vão iniciar uma disputa judicial caso suas partidas não sejam remarcadas.

Sem acordo com o Flamengo para a volta do Carioca

Em paralelo à polêmica em torno da volta do Carioca, a Globo também divulgou nota nesta semana confirmando que ainda está longe de um acordo com o Flamengo para que os jogos do clube pelo estadual voltem a ser transmitidos.

No comunicado, a emissora avisa que as negociações prosseguiram durante a paralisação, mas o clube recusou a proposta. Com o posicionamento de Botafogo e Fluminense de não entrar em campo, a Globo só teria os jogos do Vasco, entre os grandes, liberados para a transmissão.

Este impasse está se arrastando há meses. Em fevereiro, o clube acusou a emissora de agir por interesse na cobertura do primeiro aniversário da tragédia com os garotos do Ninho. O canal, por sua vez, rebateu, reiterando que “não mistura jornalismo e negócios”.

Leia, a seguir, a íntegra das notas divulgadas pela Globo, bem como da carta enviada à Ferj:

Nota da Globo sobre a volta do Carioca

“A Globo tomou conhecimento da decisão da FERJ, em reunião arbitral realizada ontem, sobre o retorno do Carioca 2020 nesta quinta-feira, 18. Entretanto, fomos informados de que não há consenso entre os grandes clubes sobre a retomada da competição e que alguns alegam que não há condições mínimas para os profissionais de futebol realizarem as partidas nas datas agendadas pela Federação.

A Globo vê com grande preocupação a ausência de segurança para a realização dos jogos, tanto para os profissionais que participam do espetáculo quanto para as equipes de transmissão e cobertura jornalística das partidas.

Não mediremos esforços para que os torcedores possam ver seus times novamente em campo, porém é essencial que a FERJ assegure em que condições se dará o reinício do Campeonato Carioca e que confirme a participação de todas as equipes que iniciaram a competição, a fim de que possa ser avaliada a viabilidade do reinício das transmissões.”

Carta da Globo à Ferj

“Prezados Senhores,

Fazemos referência à Proposta Comercial referente à cessão dos direitos de exibição e transmissão das temporadas de 2017 a 2024 do Campeonato Estadual da Série A de Profissionais do Estado do Rio de Janeiro firmada em 17 de junho de 2016 entre a Federação e a Globo, bem como seus aditamentos de 13 de março de 2017 e 06 de maio de 2017, bem como o termo de antecipação (todos em conjunto, “Proposta”).

Tomamos conhecimento que a FERJ decidiu em reunião Arbitral do Campeonato Estadual de Futebol do Rio de Janeiro, realizada em 16/06/2020, retomar as partidas do Campeonato Carioca de 2020, a partir de 18/06/2020.

Não obstante, fomos informados de que alguns clubes grandes se manifestaram contrários ao retorno das partidas nos moldes planejados pela FERJ, afirmando tais Clubes que não possuem condições mínimas para realizar suas partidas nas datas agendadas, com segurança para os profissionais envolvidos.

Salientamos nossa profunda preocupação com a ausência de segurança para a realização dos jogos, tanto para os profissionais que participam do espetáculo quanto em relação às equipes que participam da transmissão e cobertura jornalística das partidas. O protocolo apresentado é impreciso em relação a vários aspectos do trabalho destes profissionais e não sabemos se houve a aprovação pelas autoridades públicas na área da saúde.

Ademais, é necessário tempo e planejamento para que se viabilize o retorno da transmissão dos jogos. A indefinição sobre as condições de segurança para essa retomada e a incerteza sobre o formato que será adotado para o reinício do campeonato às vésperas da data marcada para seu reinício causam grande preocupação e tornam incerta a viabilização da retomada das transmissões.

É essencial que a FERJ assegure à Globo precisamente em que condições se dará o reinício do Campeonato Carioca, e que confirme a participação de todas as equipes que iniciaram a competição, a fim de que possa ser avaliada a viabilidade do reinício das transmissões.

Permanecemos à disposição para eventuais esclarecimentos.” 

Nota da Globo sobre a negociação com o Flamengo

“Mesmo ainda sem clareza de quando o Campeonato Carioca volta aos campos, a Globo e Flamengo vêm tentando desde o mês passado chegar num acordo para a transmissão dos jogos restantes do clube no Estadual. No Carioca 2020 só tivemos uma exibição do Flamengo no jogo contra a Portuguesa, já sem público antes da paralisação, quando fizemos uma permuta de direitos, sem custos envolvidos, em que Globo e Flamengo ofereceram a partida gratuitamente em suas plataformas digitais.

Desta vez, considerando o propósito mais amplo do que está sendo negociado e, principalmente, pela manifesta expectativa do Flamengo por um pagamento de direitos, a Globo evoluiu a proposta para um acordo financeiro para a exibição das partidas na TV aberta e PPV. Um grande esforço para a Globo, com o objetivo de oferecer ao torcedor flamenguista e carioca a possibilidade de acompanhar os jogos e atender expectativas do clube.

A proposta foi rejeitada pelo clube, exercendo seu legítimo direito de gerir seus ativos. Da mesma forma, a Globo avaliou as alternativas apresentadas pelo Flamengo. Ainda estamos longe de um acordo, mas seguimos confiantes que o clube verá o nosso esforço, nesse momento de dificuldade financeira para todo o mercado, em tentar levar os jogos para os rubro-negros ávidos por ver seu time em campo.” 

CONTINUE LENDO →
Piero Vergílio é jornalista profissional desde 2006. Já trabalhou em revistas de entretenimento no interior de SP e teve passagens pelo próprio RD1. Em tempos de redes sociais, criou um perfil (@jornalistavetv) para comentar TV pelo Twitter e interagir com outros fãs do veículo. Agora, volta ao RD1 com a missão de publicar novidades sobre a programação sem o limite de 280 caracteres.
ALERTAS GRATUITOS