Globo se posiciona após denúncias contra Marcius Melhem virem à tona

Marcius Melhem
Globo se posiciona após repercussão negativa sobre conduta em casos de assédio moral e sexual envolvendo o agora ex-funcionário Marcius Melhem (Imagem: Tata Barreto / Globo)

As denúncias de assédio moral e sexual contra Marcius Melhem, e a investigação da Globo acerca dos episódios, vieram à tona nesta sexta-feira (4) através de uma reportagem da revista Piauí. Em meio à repercussão negativa quanto ao posicionamento de seus diretores no que tange à apuração e consequente conclusão do caso, a emissora divulgou nota oficial salientando que “incentiva a denúncia de abusos” e que “não tolera comportamentos abusivos em suas equipes”.

“A Globo não comenta questões de compliance, mas reafirma que todo relato de assédio, moral ou sexual, é apurado criteriosamente assim que a empresa toma conhecimento”, iniciou o canal, em comunicado. “A Globo não tolera comportamentos abusivos em suas equipes e incentiva que qualquer abuso seja denunciado. Neste sentido, mantém um canal aberto para denúncias de violação às regras do Código de Ética do Grupo Globo”, prosseguiu.

A rede alega que, pelo Código, assume “o compromisso de sigilo do processo, assim como o de investigar, não fazer comentários sobre as apurações e tomar as medidas cabíveis, que podem ir de uma advertência até o desligamento do colaborador”. “Mesmo nas hipóteses de desligamento, as razões de compliance não são tornadas públicas”, salientou.

Uma das queixas contra a Globo, após a exposição dos meandros do caso, foi a de Marcius Melhem ter sido dispensado com direito à nota “educada” e agradecimento pelos serviços prestados ao Humor, departamento do qual foi diretor. Esta postura da emissora causou insatisfação entre denunciantes e testemunhas e a consequente busca por uma representante da área jurídica, que tornou todo o processo público.

“O acolhimento e a empatia com quem relata situações de violação do Código de Ética são pontos essenciais do programa de compliance da empresa. Isso não quer dizer que os processos de compliance sejam estáticos. Ao contrário. Eles evoluem constantemente para acompanhar as discussões da sociedade. As práticas e as avaliações são revistas o tempo inteiro, assim como são propostas e acolhidas sugestões de melhoria nos mecanismos de comunicação interna”, assegurou.

A revista Piauí trouxe 43 relatos sobre o caso Marcius Melhem, incluindo duas vítimas de assédio sexual, sete de assédio moral e três de ambos os comportamentos, em episódios ocorridos dentro e fora do ambiente de trabalho. Os episódios mais graves envolvem Dani Calabresa, a quem Melhem tentou beijar à força, lambeu o rosto e exibiu o pênis.

Duh SeccoDuh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog "Vivo no Viva", repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›