GloboNews
Jovens profissionais ganharam espaço na GloboNews (Imagem: Reprodução / GloboNews)

Mesmo com as investidas da CNN Brasil a profissionais do Grupo Globo, a direção da GloboNews vai tocando os trabalhos sem qualquer prejuízo ou agravo.

Prova disso é que o diretor-geral do canal, Miguel Athayde, resolveu promover uma dança das cadeiras em cargos de chefia e bastidores. Não se trata, porém, de qualquer movimento para conter a futura concorrente, mas uma promoção para dar lugar a jovens e bons valores.

Felipe Vazquez, editor-chefe do “Estúdio i”, foi sucedido por Rodrigo Caruzo, então editor-executivo. Vazquez passará a coordenar as mídias da emissora, ao lado de Jacqueline Marun, ex-editora-chefe do “Edição das 16h”, agora sob Heitor Lannes, ex-editor executivo do “Jornal das Dez”. Marun também acumulará a integração da Globo Rio com a GloboNews.

Rafaela Moura deixa de ser editora-chefe do “Jornal das Dez” para exercer a mesma função no “Edição das 18h”. No “J10”, Athayde escalou Celso Fontão, da Globo Brasília. No “Edição das 10h”, Paula Magalhães foi de editora-executiva à editora-chefe.

Eduardo Marotta sai de editor-chefe do “Edição das 10h” e vai ser supervisor de conteúdo de todos os jornais das 6h às 14h. Já Claudia Turella passa a supervisionar o conteúdo das 14h às 23h. A dupla passa a trabalhar com Carlos Jardim, chefe de redação.

As mudanças, que começaram lentamente na última segunda-feira (2), tomam forma até o fim de setembro. Não há, data hoje, previsão de dança das cadeiras envolvendo os âncoras dos programas.

A vez dos jovens

O sentimento de vez da “jovem guarda” não é por acaso. Uma curiosidade: Rodrigo Caruzo, Heitor Lannes, Paula Magalhães e Camila Tonin, editora-chefe do “Em Pauta”, têm 30 anos ou menos.

Paula, Camila, Heitor e Rafaela, inclusive, são crias da GloboNews. Começaram como estagiários e chegaram ao tão cobiçado posto de editor-chefe.

Você está ficando de fora...

Não perca nada!

Saiba tudo o que está em alta no Instagram dos Famosos.

EU QUERO