Gloria Maria se emociona ao falar sobre desigualdade racial

Gloria Maria
Gloria Maria chora ao falar de racismo (Imagem: Reprodução / Globo)

Gloria Maria não conseguiu segurar a emoção ao falar sobre racismo e ser uma referência para pessoas negras de diferentes gerações. Durante o Papo de Segunda, do GNT, ontem (21), a jornalista discursou contra a desigualdade racial.

“Eu sou assim, sou uma rebelde, não me enquadro em nada que as pessoas acham que eu devia me enquadrar. Não tem nada que possa ser mais difícil do que já experimentei. (…) O que vier, eu enfrento de peito aberto, desde que não tire a minha liberdade. Nós temos que ser livres. Correntes nunca mais”, declarou a famosa, sem conseguir segurar as lágrimas.

A desigualdade racial foi assunto do programa depois de uma declaração de Emicida à jornalista: “Quando eu assistia ela na televisão, sempre foi uma coisa muito forte pra mim porque eu não tinha um letramento racial do nosso país”.

“Isso foi se construindo aos poucos em mim. Mas pela minha pele, eu já sabia que a experiência não seria fácil. Quando eu via ela todo domingo na televisão, eu sabia que não podia desistir. Que eu poderia vencer nesse lugar”, afirmou o rapper.

Gloria Maria se emocionou e logo chorou. “Isso foi uma das coisas mais bonitas que já ouvi em toda minha vida”, reagiu a jornalista. Ela disse que, desde o primeiro encontro que teve com Emicida, sentiu um “encontro de almas” entre eles.

“Eu nunca tive uma referência. Fui com a cara e com a coragem. Mas eu tenho uma coisa. A única coisa que minha família me ensinou foi a não ter medo. Eu enfrento o que for pra enfrentar. A minha avó me ensinou algo que ficou pra vida inteira. Ela dizia ‘Olha, Glorinha. Nossa história é uma história de falta de liberdade, de escravidão. A única coisa que você não pode permitir nunca na sua vida é que te coloquem alguma corrente'”, completou a apresentadora do Globo Repórter.

Ainda no programa, Gloria falou sobre o mistério em torno da sua idade, um dos maiores “segredos” da internet.

“Nunca me preocupei e nunca vou desvendar esse mistério, porque não é um mistério. Eu preciso pegar avião, comprar passagem, usar meus documentos. Todo mundo sabe quantos anos eu tenho. É um segredo de polichinelo”, disse ela.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›