Gretchen detona postura de Bolsonaro e rebate discursos de ódio

Gretchen
Gretchen revela como reage à intolerância (Imagem: Reprodução / Instagram)

Gretchen detonou o Governo Bolsonaro ao falar sobre discurso de ódio e também revelou como reage à intolerância. Em entrevista a Otaviano Costa no OtaLab, do UOL, a cantora também comentou a relação com o filho Thammy.

“Infelizmente vivemos um momento em que as pessoas têm colocado o seu pior para fora. Depois desse novo governo, e o discurso de ódio de fomentar o racismo, a homofobia e a agressividade, eu reajo a favor de as pessoas não serem agressivas. Sou vítima disso todos os dias com o meu filho e o ódio não leva a lugar nenhum”, desabafou a artista.

A famosa, então, falou sobre o filho transexual. “Ainda sofremos preconceito. Essa foto deixa claro que precisamos amar nossos filhos homossexuais e blindá-los o quanto pudermos. O mundo lá fora é e está muito ruim”, disse.

Segundo ela, eles recebem mensagens agressivas de alguns seguidores ao postar um foto ao lado do neto. “As primeiras são sempre as piores. Perguntam quem é o pai. Vejo e leio todos os dias coisas do tipo. Então o blindamos de pessoas ignorantes como essas”, falou.

Questionada se faz terapia, Gretchen afirmou: “Não faço. Sou uma pessoa muito forte e é difícil algo me abalar. Quando isso acontece tenho um bordão que uso sempre que poderia ser algo pior. Então como não foi algo pior levo minha vida sempre com meu astral e energia lá em cima”.

Recentemente, ela reagiu contra os boatos de morte e garantiu, na ocasião, que tomaria uma atitude contra o site que divulgou essa afirmação.

A cantora de 62 anos publicou um vídeo no seu perfil do Instagram, inicialmente ironizando o responsável pela “fake news” e pedindo respeito à sua família, que muito provavelmente deve ter se preocupado:

“Oi, gente. Bom dia. Eu não sabia que morto falava e viajava, né. Tem um site idiota aí, gente de má índole, que tá colocando noticias que eu morri. Em primeiro lugar, vocês que estão colocando essa notícia lembre-se que eu tenho uma mãe de 86 anos. Estou na França, tô distante dela, meu fuso horário é outro e não é bonito vocês fazerem isso, não é legal”.

Gretchen se disse blindada aos ataques de uma mídia maldosa, reforçou o pedido de que respeitem as pessoas que ela gosta e anunciou que reunirá seus advogados para resolver esse problema:

“Querem atacar a mim? Ataquem a mim, mas não fique fazendo essas coisas que vai acabar tendo prejuízo pra minha família, pra minha mãe, pros meus irmãos, eu tenho família. Então, por favor, quem colocou essa notícia, retire porque vou mandar meus advogados acionarem vocês, tá bom? Então, bom dia, eu tô vivíssima, não morri e nem morrerei tão cedo”.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›