Guerra em Israel faz GloboNews bater rivais e liderar audiência na TV paga

Paulo Carvalho

Revisado por: João Paulo Dell Santo

26/10/2023

GloboNews

GloboNews sobe na audiência com guerra de Israel (Imagem: Reprodução – GloboNews / Montagem – RD1)

A GloboNews percebeu um aumento importante nos índices de audiência em horários diferentes da programação por conta da cobertura quase 24 horas da guerra entre Israel e Hamas no Oriente Médio. O conflito deu ao canal a liderança no ranking da TV paga.

Cerca de 11,9 milhões de pessoas sintonizaram na emissora da Globo nos primeiros 15 dias do conflito entre o país e os terroristas. O número deu ao time de jornalista do Plim Plim o posto de canal mais assistido da TV por assinatura.

O índice foi alcançado no PNT (Painel Nacional de Televisão). Entre 7 e 21 de outubro, a GloboNews abocanhou 150% mais audiência que a Jovem Pan News, vice-líder entre os canais do segmento. A média diária foi de 0,5 ponto.

GloboNews cresce na TV paga, mas não é a única

De modo geral, a média do braço informativo do Grupo Globo cresceu 10% na comparação com as quatro semanas anteriores ao começo da guerra. A CNN Brasil também subiu na primeira quinzena de outubro, com acréscimo de 71%.

Entre os pontos mais importantes da cobertura da GloboNews, o terror visto ao vivo pelo documentarista Gabriel Chaim. O contratado do canal correu pelas ruas de Israel diante de um ataque de mísseis do Hamas e mostrou tudo sem cortes.

Em outro momento, um radialista brasileiro pediu licença e correu para o abrigo do prédio onde mora por conta do toque da sirene da cidade, indicando a chegada de novos ataques dos inimigos.

Os dados são consolidados pelo Ibope na Grande São Paulo.

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui
Paulo Carvalho
Escrito por

Paulo Carvalho

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e é especialista em Audiências da TV e TV aberta. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].