Hospital é condenado após favorecer Bruno Gagliasso em atitude polêmica

Bruno Gagliasso
Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso levaram fotógrafo ao parto (Imagem: Reprodução / Instagram)

O parto do primeiro filho biológico de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, Zyan, foi alvo de uma polêmica nas redes sociais, após a maternidade liberar a entrada de uma fotógrafa para registrar o nascimento da criança.

A instituição havia proibido a presença dos profissionais de imagem para as demais mães, que se revoltaram ao ver que a famosa teve a oportunidade de registrar o parto, e acabou sendo condenada pela Justiça do RJ a indenizar um casal.

No processo, foi alegado que a a maternidade feriu o princípio da isonomia ao negar o registro por conta da pandemia e permitir o casal de famosos, fazendo com que os outros se sentissem discriminados no local.

Segundo informações do Migalhas, do UOL, a juíza leiga Livia Mitropoulos Esteves Dias anotou que os documentos acostados e a confirmação da autorização ao casal de atores pela ré comprovam a ausência de justificativa idônea no tratamento diferenciado.

“Se tratando de período pandêmico, em que a preocupação do hospital deveria ser de obedecer à diretrizes governamentais para não causar risco à saúde coletiva (bem comum) e não com o retorno comercial de postagem em mídia social”, declarou.

“Vislumbram-se os sentimentos de frustração, revolta e diminuição sofridos pelos autores, que não puderam registrar profissionalmente o momento mais importante de suas vidas, mas viram tal permissão a outro casal, exclusivamente em razão de fama e do retorno midiático conferido à própria demandada”, disse ainda.

Na sentença, homologada pela juíza de Direito Flavia Santos Capanema de Souza, ficou determinado que será paga uma indenização no valor de R$ 40 mil para o casal. Vale lembrar que, na época do nascimento, Giovanna recebeu vários comentários negativos.

“Eu também quero meu parto fotografado. Que absurdo. Só porque é uma atriz? Que palhaçada”, disse uma fã. “Só por que é famosa pode? Posicionamento nos Stories não resolve nada. Quem tem dinheiro e fama consegue tudo. A maternidade deveria ter vergonha disso”, reagiu outra.

“Absurdo. Eu liguei dias antes do meu parto para me certificar se já estava liberado e a resposta foi que não, devido à pandemia. Minha irmã que mora comigo faria as fotos e mesmo assim não liberaram“, protestou outra.

Em nota, o hospital declarou: “Um gestor de uma de nossas unidades abriu uma exceção e autorizou entrada de um fotógrafo que apresentou um teste negativo para Covid-19, o que está em desacordo com o nosso protocolo”.

“O referido fato está sendo devidamente apurado para adoção das devidas medidas disciplinares”, completou. As críticas tiveram início após uma publicação de Bruno e Giovanna Ewbank com as imagens do parto.

Confira:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Bem vindo meu amorzinho! Que a nossa jornada seja linda…pq EU TE AMO MUITO!!!❤️

Uma publicação compartilhada por Giovanna Ewbank (@gioewbank) em

CONTINUE LENDO →

Lucas Medeiros é formado em Comunicação Social e compartilha o dia a dia dos artistas, famosos e celebridades. Acompanhe no Instagram clicando aqui!