Interrompida por pandemia, Segunda Chamada ignora coronavírus em nova temporada

Segunda Chamada
Débora Bloch (Lúcia) em Segunda Chamada; gravações da segunda temporada foram interrompidas por causa da pandemia de coronavírus (Imagem: Divulgação / Globo)

Sucesso de público e crítica, Segunda Chamada foi escolhida pela Globo para substituir o bem-sucedido BBB 2020. A série, cuja primeira temporada foi finalizada em dezembro, voltaria ao ar em abril, não fosse a pandemia de coronavírus. Por conta das medidas de prevenção contra a covid-19, as gravações foram interrompidas após a conclusão de cinco dos 12 episódios.

Mas, apesar da proposta realista da produção, as autoras Carla Faour e Julia Spadaccini preferiram não incluir a doença nos roteiros. Carla e Julia finalizam os últimos episódios, em esquema de home office, contando com o auxílio dos colaboradores – Victor Atherino, Maíra Motta e Giovana Moraes na primeira temporada, além de Jo Bilac na criação.

Segunda Chamada acompanha a rotina da escola pública Carolina Maria de Jesus, em São Paulo, especificamente das aulas noturnas relacionadas ao EJA – Educação de Jovens e Adultos, dos 15 aos 70 anos. O diretor Jaci (Paulo Gorgulho) e os professores Lúcia (Débora Bloch), Sônia (Hermila Guedes), Eliete (Thalita Carauta) e Marco André (Silvio Guindane) se dividem entre conflitos pessoais e os problemas relacionados à turma.

Os episódios exibidos ano passado debateram temas como aborto, criminalidade, gravidez na adolescência, intolerância religiosa, transexualidade e violência doméstica. Nomes como Carol Duarte, Démick Lopes, Felipe Simas, Linn da Quebrada, Mariana Nunes, José Dumont, Nanda Costa, Otávio Muller, Teca Pereira e Vinícius de Oliveira participaram da produção.

A temporada 2020 vai contar com Ângelo Antônio e Flávio Bauraqui interpretando dois alunos em situação de rua, Rui Ricardo Diaz na pele de um viciado em anabolizantes e Moacyr Franco – sempre associado às produções do SBT – como um portador de Mal de Alzheimer. Também Jeniffer Dias, de Malhação – Vidas Brasileiras (2018), e Pedro Wagner, com passagens por Globo e Netflix.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.