Jornal Nacional vai bem na audiência com editorial anti-Bolsonaro

Jornal Nacional
William Bonner na bancada do Jornal Nacional de sábado (19); audiência corresponde positivamente à editorial sobre pandemia (Imagem: Reprodução / Globo)

O Jornal Nacional do último sábado (19), dia em que o Brasil ultrapassou a marca de 500 mil mortes por Covid-19, ficou marcado por um editorial contundente da Globo a respeito da pandemia no Brasil. A audiência correspondeu bem à iniciativa, exaltada na web como uma resposta às condutas de Jair Bolsonaro neste triste período da história. Os dados são referentes a Grande São Paulo.

No ar das 20h29 às 21h25, o Jornal Nacional rendeu 24,1 pontos, 25,9 de pico e 37,9% de participação no número de televisores ligados (share). Neste período, 7,9 para a Record, 4,9 do SBT e 1,8 com a Band. O noticiário conduzido por Renata Vasconcellos e William Bonner lamentou pelas vidas perdidas e apontou a CPI da Covid como elemento fundamental para entender a crise sanitária.

Desde o início de maio, o Senado está investigando responsabilidades. Haverá consequências. E a mais básica será a de ter levado ao povo brasileiro o conhecimento sobre como e por que se chegou até aqui”.

O JN registrou o segundo melhor índice da Globo no dia, atrás apenas de Império (24,7). O SP2 também pontuou bem: 21,9 de média, acima dos 19 de A Vida da Gente e bastante próximo dos 23,6 de Salve-se Quem Puder.

Pela manhã, a emissora marcou 4 pontos com as reapresentações do Como Será?. O É de Casa garantiu 6,2 de média, enquanto o SP1 fechou em 12,4. Os números caíram com o Globo Esporte SP (11,2) e o Jornal Hoje (11). A Sessão Comédia, apresentando Toma Lá Dá (2007), perdeu a liderança para a Record: 9,1 versus 9,3. O Se Joga emplacou 8,6.

A faixa vespertina contou ainda com os 12,2 do Caldeirão do Huck. Na linha de shows, 17 pontos para o Vai Que Cola e 11 do Altas Horas. Na madrugada de sábado para domingo (20), 5,7 de média para Ted 2 (2015) no Supercine. O Corujão bateu 4,1 pontos com Vou Nadar Até Você (2019), 3,7 durante Em Busca da Verdade (2013) e 3,4 para O Bicho Vai Pegar 2 (2008).

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›