Justiça toma decisão envolvendo dinheiro encontrado na casa de Nego do Borel

Polícia Civil
Polícia Civil liberou dinheiro de Nego do Borel (Imagem: Reprodução / Instagram)

Após ter casa investigada pela polícia, Nego do Borel, que teve R$ 424.920,00 em espécie apreendidos pela polícia, já pode ter acesso ao valor outra vez. Segundo a coluna de Fábia Oliveira, do jornal O Dia, O dinheiro já foi liberado pela Justiça.

Para quem não sabe, em janeiro, quando Duda Reis acusou o funkeiro de agressão, ameaças com vídeos íntimos, abuso sexual e ainda ter sido infectada por DST (Doença Sexualmente Transmissível), ela também afirmou que o funkeiro tinha um dinheiro, supostamente ilícito e um fuzil guardados em sua casa.

No entanto, após a perícia analisar as contas bancárias e imposto de renda do cantor como pessoa física e jurídica, o laudo da Polícia Civil de São Paulo garantiu que o dinheiro é legal.

De acordo com a publicação, como o artista está confinado para entrar em A Fazenda 2021, seus assessores e advogados estão correndo atrás para receber o valor por procuração.

Vale lembrar que apesar do atual clima de “vitória”, Nego do Borel recentemente sofreu uma “derrota” judicial. O artista perdeu oficialmente o prazo para processar Duda Reis de calúnia, injúria e difamação.

Em conversa com a coluna de Leo Dias, do Metrópoles, a defesa da influencer afirmou: “Ficamos felizes pelo acolhimento da tese que rejeitou as denúncias feitas pelo Leno contra a minha cliente, a Duda Reis. A rejeição de denúncias feitas pelo agressor contra a mulher que escolhe falar publicamente sobre as violências que viveu é uma verdadeira vitória”.

“O medo de sofrer represálias por denunciar ainda afasta muitas mulheres da Justiça. Nesse caso, além do reconhecimento da tese de que a queixa apresentada por Leno foi apresentada fora dos prazos legais, a manifestação do Ministério Público acolheu a nossa tese de que os fatos narrados na queixa crime não são suficientes para justificar as acusações criminosas feitas contra a Duda”, explicou a profissional.

“A liberdade de se expressar e falar sobre o que viveu deve ser integralmente garantida a qualquer mulher que sofre violência doméstica. Sempre que uma mulher é silenciada, em especial uma mulher pública, muitas outras são silenciadas também”, concluiu.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›