Justin Bieber relembra prisão e reflete sobre fase conturbada de sua vida

Justin Bieber
Justin Bieber relembra prisão e reflete sobre fase conturbada de sua vida (Imagem: Reprodução / Instagram)

Justin Bieber teve o grande auge de sua carreira em 2010, com o estrondoso sucesso de Baby, quando ainda tinha 15 anos de idade. Depois disso, ele passou por momentos tensos, por causa de escolhas controversas, em especial no momento em que foi preso, há 7 anos.

O ídolo internacional tem revisto seus conceitos, desde entrada na religião, como o recente clipe de Lonely. No sábado (23), Bieber relembrou uma foto em que foi conduzido por policiais a prisão em 2014, depois de ser pego fazendo um racha em Miami, com sua Lamborghini, com carteira de motorista vencida e em via pública americana.

O cantor começou descrevendo esse momento ruim do passado: “7 anos atrás, eu fui preso, não foi meu melhor momento. Não estou orgulhoso de onde eu estava na minha vida. Eu estava magoado, infeliz, confuso, com raiva, enganado, incompreendido e com raiva de Deus“.

Tudo isso para dizer que Deus me trouxe um longo caminho. Desde então eu percebi algo. Deus estava tão perto de mim naquela época quanto está agora. Meu encorajamento para você é ‘deixe seu passado ser um lembrete de quão longe Deus o trouxe“, continuou Justin Bieber, descrevendo o porquê desse texto e incentivando seus fãs a reverem a própria história.

Não permita que a vergonha arruíne o seu ‘hoje’, deixe o perdão de Jesus assumir o controle e veja sua vida florescer em tudo que Deus planejou que você seja. Amo vocês, com todo o meu coração“, terminou o artista, que hoje leva uma vida mais pacata, casado com Hailey Baldwin (desde 2019).

Confira:

Justin Bieber
Justin Bieber foi preso em 2014 (Imagens: Divulgação – Globo / Montagem – RD1)

Matheus Henrique MenezesMatheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›