Lucas Lucco se sensibiliza com caso de transfobia e mostra apoio à comunidade

Lucas Lucco
Lucas Lucco alertou a situação preocupante e urgente dos constantes casos de transfobia no Brasil (Imagem: Reprodução / Instagram)

Ao se deparar com o caso de transfobia vivido por Cibelly, uma mulher transsexual que foi espancada por sete homens durante o Carnaval desse ano em Belo Horizonte, Lucas Lucco ficou chocado e mostrou seu apoio à comunidade trans.

O sertanejo soube do acontecido através de uma postagem feita no Instagram pela ex-BBB Ariadna Arantes que denunciava a situação e informava que a mulher ficou paraplégica e perdeu a fala.

“Fiquei muito chateado. Acho que dando esse tipo e informação, a gente pode acordar as pessoas, alertar para esse tipo de violência“, iniciou Lucas, visivelmente triste com o absurdo.

Mostrando que busca conhecimento pelo assunto, o cantor afirmou no Stories do Instagram: “Quanto mais pesquiso, mais entendo o quanto é preocupante a violência contra a pessoa transexual no nosso país”.

Lucas Lucco ainda frisou que o Brasil é o país que mais mata pessoas trans no mundo. “Isso é atual, está acontecendo agora. Dentre as várias situações que a gente tem de resolver no Brasil e no mundo, essa é uma delas e é muito preocupante. É uma causa urgente”, alertou o artista.

Carol BittencourtCarol Bittencourt
Caroline Bittencourt é jornalista, pós-graduada em Comunicação e Design Digital. Atua como redatora e produtora de conteúdo para redes sociais. Apaixonada por séries e filmes, adora passar o tempo na Netflix. Está nas redes sociais no @bittencourt.caroline.
Veja mais ›