Luciano Huck mergulha na política e faz críticas pesadas a Bolsonaro

Luciano Huck
Luciano Huck faz ataques ao Governo Bolsonaro no trabalho durante a pandemia do novo coronavírus (Imagem: Reprodução – Globo / Montagem – RD1)

Luciano Huck participou na última segunda-feira (1º) do Davos Lab Brasil, uma iniciativa do Global Shapers, com apoio do Fórum Econômico Mundial. Além do apresentador da Globo, ex-candidato à presidência Marina Silva e a ex-candidata à prefeitura de Porto Alegre, Manuela D’Ávila, também estiveram presentes.

O tema do debate foi sobre redefinições da política, e Huck, sem citação ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), fez duras críticas ao comportamento do governo na pandemia do novo coronavírus.

Para ele, “tantos absurdos ao longo da pandemia” foram lamentáveis e recordou das mais de 250 mil vítimas da Covid-19 no país, desde o início da pandemia, em março, até fevereiro deste ano, ou seja, 11 meses.

Na avaliação do marido de Angélica, os mortos foram tratados “sem o menor respeito pelas autoridades, com negacionismo”. No tema, ele comentou que a filantropia não será suficiente para diminuir as desigualdades no país. Para Luciano Huck, “é só a política, é o Estado” que pode promover mudanças de verdade.

“O mundo de Brasília está desconectado do resto do país”, acusou ele, que não decidiu se vai continuar com sua carreira na TV, ou se vai deixar a Globo neste ano para mergulhar de vez em sua candidatura à presidência da República em 2022.

“A gente tem um entulho no meio da sala, neste momento. E a gente tem de somar forças para tirar esse entulho do meio da rua ou do meio da sala. O que a gente está vivendo hoje é um momento de muita incompetência, de falta de planejamento, o negacionismo que gerou mais de 250 mil mortes e a gente não vê, a curto prazo, a perspectiva de solução”, lamentou.

“Não nos apresenta, esse momento do Brasil, hoje, nenhum tipo de perspectiva de futuro, um monte de blábláblá que a gente tá ouvindo. Eu não vejo nenhum tipo de perspectiva social, econômica, de meio ambiente, nem segurança pública, muito menos de ética”, atacou.

Com comentários cada vez mais políticos nas redes sociais, Luciano Huck soltou o verbo contra o aumento dos preços. “Os preços subiram demais. O custo do dia a dia dos alimentos esta pesando mais e mais no bolso das famílias. Isso estressa demais a enorme maioria. A gente conhece este bicho: é o dragão da inflação. Tem de domar a fera ou o país vai sair muito queimado. Não dá pra improvisar aí”, criticou.

Confira:

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›