Luís Ernesto Lacombe diz que não tem total liberdade na RedeTV! e revela desejo

Luís Ernesto Lacombe
Luís Ernesto Lacombe revela que não tem total liberdade na RedeTV! (Imagem: Reprodução / YouTube)

Luís Ernesto Lacombe deu entrevista ao Flow, no YouTube, e abriu o jogo sobre a sua atual situação na RedeTV!. O apresentador revelou que sofre um certo tipo de “censura” na emissora, mas garantiu que tem mais liberdade do que tinha nos últimos meses em que esteve contratado na Band.

“Estou feliz [na RedeTV!]. Eu gostaria de ter um programa um pouco diferente. A gente está pensando em algumas modificações no programa diário. Eu gostaria de ter um programa um pouco mais movimentado, porque as vezes ele está ficando fora do que eu tinha imaginado inicialmente”, ressaltou o famoso.

O jornalista seguiu: “Você ligado a um veículo tradicional de comunicação, você não tem total liberdade. Eu preciso medir mais as minhas palavras. Nesse sentido, eu gostaria de ter um pouco mais de possibilidades de falar, liberdade para tratar todos os assuntos, sem ficar me policiando e me censurando. Eventualmente isso não acontece”.

“São ossos do ofício, eu preciso entender”, acrescentou o ex-Globo, que garantiu seguir firme com os seus projetos na internet: “Eu tenho os meus projetos na internet”.

Falando sobre esse assunto, Lacombe até garantiu: “Meu contrato me permite ter meus próprios veículos, ter a minha liberdade, não tem nenhuma veiculação. Quando eu estou apresentando um programa na RedeTV! eu estou, de certa forma, representando a emissora. Então, eu preciso respeitar a emissora, que tem uma concessão pública. Eu tenho que entender tudo isso”.

“Eu tenho gente acima de mim. Eu caminho muito dentro das diretrizes da emissora. Eu tenho mais liberdade do que eu tive na Band”, comentou o apresentador, que falou que o vice-presidente da emissora paulista tem pensamentos parecidos com o dele: “O Marcelo de Carvalho pensa muito parecido como eu, o Amílcare é mais enigmático, eu não sei”.

Luís Ernesto Lacombe ainda lembrou que nunca planejou apresentar um formato mais político: “Não teve nada de planejado. Como um cara que foi um repórter de polícia no início de carreira, depois se tornou apresentador em telejornal local, depois repórter especial e aí se tornou jornalista esportivo… como ele se tornou um jornalista identificado como de política? Não foi pensado”.

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

MAIS LIDAS

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser encontrado através do email [email protected]
Veja mais ›