Maitê Proença fala sobre remake de Dona Beija e relembra: “Teria abandonado a carreira”

Maitê Proença
Maitê Proença abriu o jogo sobre regravação da novela, a qual interpretou Beija (Imagem: Reprodução)

Maitê Proença recebeu animada a notícia de que Dona Beija, novela da qual foi protagonista em 1986, vai ganhar um remake. A novidade, revelada pela colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, fez com que a atriz se empolgasse.

Acho que está mais do que na hora de se debruçar novamente sobre aquela história e contá-la com os extraordinários recursos de hoje. Será um grande sucesso outra vez”, revelou ao site NaTelinha.

Na trama, Maitê interpreta Dona Beija, papel o qual ela destaca ter sido muito importante para a decisão de sua carreira:

“Até então eu não pensava que ser atriz seria minha profissão, ainda que já trabalhasse há uns cinco anos em filmes, teatros e novelas. Ali, o sabor da coisa mudou, ficou gostoso e entendi que daria pra me dedicar e alcançar algum grau de excelência se aprendesse meu ofício. Eu teria abandonado (a carreira) se não fosse pela Beija”.

Questionada pela publicação sobre qual atriz poderia viver a personagem protagonista, a atriz preferiu não citar nomes, mas destacou as características que a escolhida precisaria ter:

“Alguém com o espírito livre e a mente disposa pra as contradições. Beija amava intensamente e mandava matar quem amava. Era conservadora com as filhas, mas se prostituía. Detestava a sociedade que não teve tolerância nem vontade de compreendê-la e sua confidente era também sua escrava”.

Segundo Kogut, os novos roteiristas da trama ainda estão em negociação com as plataforma de streaming. O projeto vai contar com o autor português António Barreira, ganhador do Emmy, além da ex-roteirista da Globo Renata Jhin. Escrita por Wilson Aguiar Filho e dirigida por Herval Rossano, a novela teve seus direitos adquiridos pela produtora Floresta.

O folhetim, para quem não acompanhou, foi baseada na história real de Ana Jacinta de São José, conhecida como Dona Beija e que viveu na cidade mineira de Araxá, no século XIX. No folhetim, ela, interpretada por Maitê Proença, se apaixona por Antônio Sampaio, papel de Gracindo Júnior, um homem de família conservadora.

A moça, no entanto, vira alvo de Mota (Carlos Alberto Soares), ouvidor do Rei, e é raptada para ser amante dele. Em forma de vingança, Dona Beija transa com outros homens em troca de joias e ouro até ficar rica.

Ao retornar atrás do seu antigo amor, a moça encontra Antônio casado, se decepciona e decide abrir um bordel. Ela, então, fica famosa como cortesã e deixa os moradores escandalizados. O remake promete abordar temas como empoderamento e questões raciais, trazendo também assuntos atuais.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›