Malu Mader e Tony Bellotto se voltam contra governo Bolsonaro e fazem acusações

Malu Mader e Tony Bellotto
Malu Mader e Tony Bellotto se voltam contra governo Bolsonaro e fazem acusações (Imagens: Reprodução – Globoplay / Montagem – RD1)

Em meio à pandemia da Covid-19 ainda em estado crítico no Brasil, a política tem virado pauta frequentemente, com populares e famosos fazendo os mais variados tipos de queixa. Malu Mader e Tony Belloto, que são casados desde 1990, usaram sua voz contra o governo de Jair Bolsonaro.

Em entrevista ao Sempre Um Papo, canal de entrevistas no YouTube, o músico detonou a ineficiência do presidente e seus coligados em diversos assuntos, e também a perseguição contra a cultura:

Acho que a gente vive num momento muito sombrio. Esse governo é em todos os sentidos assustador, porque além de incompetente, ele tem esse viés autoritário, fascista mesmo… Um governo que escolhe especialmente a nós artistas, que lidamos com a cultura, como vítimas, como um fazer a ser excluído”.

Apesar de todas as reclamações, Tony tentou se manter otimista com o futuro, visto que em 2022 teremos novas eleições federais e estaduais, para assim renovar a política:

Mas eu sou um otimista por natureza. Eu acredito na democracia, ano que vem tem eleições. Eu acho que a gente tem que se unir. Temos que fazer uma frente ampla para recuperar valores que são muito importantes no Brasil, esse país incrível. Tenho uma crença que a gente pode mudar essa situação com o voto, pela conscientização das pessoas contra esse governo destrutivo”.

Malu concordou piamente com o marido, mas acrescentou que o fato de terem elegido Bolsonaro em 2018 foi algo assustador e que isso dá uma insegurança para a próxima passada nas urnas:

Apesar de muito otimista, a gente fica com medo. Nas últimas eleições a gente teve essa péssima surpresa. Temos que ficar muito atentos porque a força do fanatismo é maior do que a dos racionais, dos céticos, dos que questionam… Eles vem com muito ressentimento e precisamos combater, saber que linguagem usar pra convencer aqueles que se mostraram arrependidos”.

Depois de passar essa mensagem conscientizadora, a atriz deixou muito claro que vê a saída de Jair Bolsonaro do poder como a resolução principal dos problemas que assolam o país e justificou essa tese:

A gente tem que se concentrar numa coisa: tirar esse homem, que é o pior presidente de todos os tempos. É uma coisa de terror. Ele coloca naquela pasta, gente que odeia aquela pasta. Coloca no [Ministério] do Meio Ambiente, alguém que odeia o meio ambiente, destrói ONGs e queima florestas. É assustador e inacreditável. O monstro é de várias cabeças”.

Confira:

Matheus Henrique Menezes
Oficialmente redator desde 2017. Experiências como editor e social media. Já escrevi sobre famosos, TV, novelas, música, reality show, política e pauta LGBTI+. Vídeos complementares no YouTube, no canal Benzatheus.
Veja mais ›