Mansão de Gugu Liberato permanece intacta um ano após a morte do apresentador

Gugu Liberato
Escritório de Gugu Liberato segue intacto, um ano após a morte do apresentador, conforme revelado no Câmera Record (Imagem: Reprodução / Record)

O Câmera Record deste domingo (22) revelou detalhes da mansão de Gugu Liberato em Barueri, na Grande São Paulo. A casa segue intacta, um ano após a morte do apresentador, como forma de resguardar sua memória. Itens como porta-retratos, quadros e troféus, o carro favorito e até mesmo a calopsita Lili, companheira inseparável de Gugu, continuam no imóvel.

João Augusto, primogênito de Liberato, acompanhou a equipe de reportagem da Record durante a visita. Ele não tinha pisado na residência desde a partida do pai, confirmada em 21 de novembro de 2019 – após uma queda de quatro metros de altura do sótão de sua casa em Orlando, na Flórida, Estados Unidos, que acarretou em morte encefálica.

Esse é um lugar que eu sempre espero encontrar o meu pai, e, chegar aqui e não ver ele, dói“, revelou João. “Quando eu entro no escritório, tento não pensar na dor. Tento pensar nas memórias boas, na época em que eu sentava no sofá com ele, a gente comia um sanduíche e ele me ajudava na lição. Não sei como, mas ele sempre escolhia os melhores filmes para a gente assistir“, completou.

Pelo escritório, a calopsita Lili, de cerca de 15 anos de idade, segue circulando. Na garagem, um carro da marca Lincoln, importado dos Estados Unidos, que o acompanhou por décadas. Nilton Moura, motorista de Gugu por 25 anos, exaltou a generosidade do patrão e amigo. “Quando eu falei que queria estudar, ele me disse: ‘pode procurar, vê o que você quer fazer, que eu vou te ajudar’. Ele fez questão de pagar“, revelou Nilton, formado em propaganda e marketing.

O programa trouxe depoimentos das filhas de Liberato, Marina e Sofia, de 16 anos. Também da mãe, Maria do Céu. Todos salientaram a dedicação do apresentador à família. Gugu costumava filmar todos os momentos ao lado dos filhos, de passeios de carros a viagens. “São muitas lembranças boas, mas quando me lembro da morte dele até hoje eu não me conformo“, destacou dona Maria, que admitiu o desejo de conhecer a pessoa que recebeu o coração do famoso.

Duh SeccoDuh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog "Vivo no Viva", repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›