Marcão do Povo não gostou nada de ter sido envolvido na história (Imagem: Reprodução / SBT)

Marcão do Povo se pronunciou pela primeira vez sobre o homem que cometeu suicídio após suas piadas no Primeiro Impacto da última terça-feira (12). Procurado pelo colunista Maurício Stycer, do UOL, o jornalista se mostrou irritado.

Tudo começou quando o programa mostrou o vídeo de um homem que tentou se matar após descobrir uma traição. Ele se pendurou em uma fiação elétrica em Londrina (PR) e o apresentador disparou: “Você ganhou um par de chifres, não foi asas para voar”.

“Você não é o único corno do Brasil, fique tranquilo. Chifre é que nem consórcio: a qualquer momento você é contemplado”, continuou. “Se todo corno fosse subir em fio depois de levar chifre, ia faltar fiação elétrica no Brasil todo”, brincou o repórter.

Horas depois da reportagem, o homem foi encontrado morto em casa, com indícios de suicídio, e Marcão foi bastante criticado nas redes sociais. Seu advogado, procurado por Stycer, afirmou: “Não houve qualquer incitação ao suicídio na matéria”.

“Foi uma brincadeira normal que o Marcos faz sempre no programa”, completou, disse Rannieri Cavalcanti Lopes. Marcão, ao se pronunciar, afirmou: “Você jogou o povo contra mim”. Ele disse ainda que não ridicularizou o homem e se defendeu.

“Eu fiz foi dizer que ninguém pode tirar a vida por conta de uma desilusão amorosa. Pedi para que não fizesse nada. Que ele se apegasse em Deus”, continuou, mostrando-se indignado com o repórter: “Você nem sabe a hora que ele se matou”.

“Ele estava separado como fiquei sabendo e pegou a mulher o traindo. Tentou tirar a vida várias vezes. Até que conseguiu. Por conta da mulher, que era seu grande amor, mas o colocou para fora de casa. Agora eu tenho culpa até disso?”, questionou.

“Você precisa pedir desculpas não para mim, mas para Deus”, finalizou Marcão do Povo, na mensagem dirigida ao jornalista do UOL.

🔔Boletim RD1 | Notícias dos Famosos