Marcelo Médici aceita convite para A Praça É Nossa após quase 20 anos

Marcelo Médici
Marcelo Médici fecha participação especial em A Praça É Nossa (Imagem: Reprodução / Globo)

Depois de 20 anos da sua estreia no SBT, Marcelo Médici aceitou o convite de Marcelo de Nóbrega para uma participação especial no humorístico A Praça É Nossa. Foi ao lado de Carlos Alberto de Nóbrega, no banco de praça mais famoso do país, que o ator ganhou projeção nacional como Zoinho.

O famoso foi confirmado nas gravações de setembro do programa, segundo a jornalista Cristina Padiglione, do F5, um pouco antes do início das gravações do seriado Vai Que Cola, do Multishow, no dia 6 de setembro.

Cheio de trabalho, o artista foi confirmado em uma nova comédia da Netflix, acompanhado por nomes como Silvero Pereira, Fernanda Paes Leme, Maíra Azevedo, Gkay, Thati Lopes, Raphael Logan, Paulo Tiefenthaler, Romulo Arantes Neto, entre outros.

Antes, ele chamou a atenção do apresentador do canal paulista. Em 1998, Médici venceu o Prêmio Multishow de Humor, no canal pago da Globo, e um ano depois assinou com o SBT.

Por três anos, Marcelo Médici esteve na ‘Praça’ e fez participações especiais em Meu Cunhado, estrelado por Moacyr Franco e Ronald Golias (1929-2005), e na novela Canavial de Paixões (2003).

Em 2005, o humorista fechou com a Globo e bombou em vários programas e novelas da casa: Sob Nova Direção, A Diarista, Belíssima (2005). Anos depois, ele entrou no elenco do Vai Que Cola, programa de maior audiência da TV por assinatura.

Na pandemia, Marcelo Médici provocou polêmica com Aguinaldo Silva. Tudo começou quando Marcelo repostou uma famosa imagem com a seguinte sugestão de brincadeira: “Escolha um nome de filme e substitua uma das palavras por caral#o”. Antes de incentivar seus seguidores a fazerem o mesmo, o ator respondeu: “Os embalos do caral#o”.

Um dos internautas parafraseou o famoso filme Tropa de Elite e veio com o “Caral#o de elite”. Daí, Aguinaldo surgiu irritado e alfinetou a iniciativa: “Eu, hein?! Que porr# mais sem graça. Se esse é o humor da moda, prefiro voltar à tragédia”.

Marcelo Médici não se fez de rogado e deu uma invertida arrasadora: “Isso… Volta pra tragédia que foi a bosta da tua última novela”. O artista se referia a trama de O Sétimo Guardião, que dividiu opiniões entre novembro de 2018 a maio de 2019.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›