Maria Zilda diz que está “paranoica” e que não sai de casa na pandemia

Maria Zilda
Maria Zilda desabafou sobre a pandemia (Imagem: Reprodução / SBT)

Maria Zilda, de 67 anos, revelou em uma de suas lives no Instagram, que não tem saído de casa por medo da pandemia do novo coronavírus. A atriz confessou que se sente “paranoica” e declarou que as transmissões têm sido sua única forma de socialização.

“Sou paranoica. Totalmente! Eu não saio de casa, não recebo ninguém, não visito ninguém“, disparou a famosa na rede social.

A artista ainda comentou: “As pessoas circulam, se visitam, passeiam, almoçam, jantam, viajam… É uma coisa louca, mas eu não”.

“Fico aqui socada com os dois gatos, mas eles não conversam comigo. Eu pergunto e eles não respondem. É uma merda. Mas são carinhosos. Já é uma boa. Se não fosse eles, eu tinha enlouquecido”, desabafou Maria Zilda.

A atriz também garantiu que vive em um apartamento e que, desde o estouro da pandemia, e março do ano passado, ela segue reclusa. “Desde março do ano passado, não vou a lugar algum”, contou ela.

Em janeiro, cabe lembrar, a artista também fez um desabafo sobre a pandemia de coronavírus. De acordo com a atriz, o isolamento imposto pela Covid-19 foi o motivo principal para o término de seu relacionamento com a namorada.

Ela disse que estava se envolvendo com outra mulher no início de 2020, mas que o namoro não foi adiante por conta da quarentena e do isolamento social. Pelo Instagram, Maria aproveitou para revelar algo de seu atual momento: “Eu terminei e teve um período de luto“.

A revelação foi feita em uma transmissão com Bruno Motta e a atriz ainda aproveitou para disparar: “Acho que namorar, chamegar é a melhor coisa do mundo“.

“Como já estou velha e aprontei todas, já fiz de tudo um pouco, não faço mais questão de passar a régua. Mas um chameguinho é o que a pandemia me deixou com mais saudade“, confessou.

Maria Zilda ainda revelou que, se não fosse a Covid, estaria comprometida. “Eu tinha que ter arrumado uma namorada antes da pandemia. Cacete! Eu terminei e teve um período de luto. Quando eu disse ‘agora eu vou’, a pandemia chegou. Aí fiquei sem lenço e sem documento“, lamentou a veterana.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›