Mateus Solano analisa desafios da pandemia nos bastidores de Quanto Mais Vida, Melhor!

Mateus Solano
Mateus Solano (Guilherme) em Quanto Mais Vida, Melhor!; nova novela das 19h estreia nesta segunda-feira (22) (Imagem: Fabio Rocha / Globo)

Nesta segunda-feira (22), enquanto Quanto Mais Vida, Melhor! ganha a tela da Globo, o elenco da nova novela das 19h entra na última semana de gravações. Para Mateus Solano, desenvolver um personagem sem a resposta do público foi o grande desafio dos últimos meses. Na trama, o ator responde por Guilherme, cirurgião cardíaco arrogante e controlador que enfrentará uma grande mudança após sobreviver a um desastre aéreo.

Fazer uma coisa tão longa sem a resposta do público não é o ideal. A gente tá tateando no escuro, sem saber se tem aquela aprovação do público sobre a intenção que eu tô colocando no Guilherme”, ressalta Mateus. “Mas a alegria de estar trabalhando, de estar compondo um personagem é maior do que qualquer problema”, completa.

Os desafios foram muitos, é fato. Mas a troca com os colegas de trabalho facilitou o processo de gravações, que durou mais de um ano:

O maior desafio de qualquer pessoa desse elenco foi gravar na pandemia. Passar pelo ritmo ora lento, ora inexistente – quando a gente parou por um tempo por conta do recrudescimento da pandemia. Essa instabilidade, mais o fato da gente não ter uma preparação muito próxima, tudo virtual. […] A gente só teve facilidade nesse sentido porque o elenco é muito interessante e muito interessado em trabalhar. Com a Bárbara Colen, a gente rapidamente se olhou no olho e apesar de se conhecer há poucos dias, estabelecemos uma relação de mais de 20 anos”.

O enredo passa justamente pela crise no relacionamento de Guilherme e Rose (Bárbara), que também o afasta do filho Antônio, o Tigrão (Matheus Abreu).

Ele cuida do coração dos outros, mas não entende do próprio”, analisa Solano sobre o cirurgião cardíaco. “Eu gosto de viver personagens diferentes da minha personalidade. No caso do Guilherme, tentei entender o que se passa com um médico, se esse comportamento tem a ver com o fato dele ter a vida das pessoas nas mãos”, complementa.

Questionado sobre a segunda chance que os protagonistas de Quanto Mais Vida, Melhor! ganham após o encontro com a Morte (A Maia), Mateus Solano ponderou: “Eu tenho uma noção muito saudável de que vou morrer, que é pra poder celebrar essa sensação de estar aqui, de aproveitar a vida. […] (Se eu tivesse uma segunda chance) Gostaria de conhecer o máximo possível, de viajar. Não sei se eu faria alguma coisa diferente, não. Eu ia comemorar ‘oba, vou viver mais’”.

MAIS LIDAS

Duh Secco
Duh Secco é  "telemaníaco" desde criancinha. Em 2014, criou o blog Vivo no Viva, repercutindo novelas e demais atrações do Canal Viva. Foi contratado pela Globosat no ano seguinte. Integra o time do RD1 desde 2016, nas funções de repórter e colunista. Também está nas redes sociais e no YouTube (@DuhSecco), sempre reverenciando a história da TV e comentando as produções atuais.
Veja mais ›