Mayra Cardi é denunciada após xingar médico durante polêmica do jejum de 7 dias

Mayra Cardi
Mayra Cardi é denunciada na Justiça por médico Bruno Cosme após xingamento na web (Imagem: Reprodução / Instagram)

Mayra Cardi se envolveu em uma polêmica no mês passado após ter revelado que ficou 7 dias sem comer. Segundo ela, a estratégia de restrição alimentar era para elevar sua mente, corpo e espírito.

A declaração da influencer desagradou muitos internautas, inclusive o médico Bruno Cosme, que criticou duramente a atitude da ex-mulher de Arthur Aguiar. Em seu perfil nas redes sociais, o nutrólogo afirmou que ela estava sendo irresponsável em divulgar o processo, sem acompanhamento médico, para seus mais de 6 milhões de seguidores.

Na época, ela chegou a afirmar que estudos científicos comprovam a eficácia do jejum para o corpo humano. “Fiz jejum de sete dias. Com supervisão e com a finalidade de saúde, alma, oração e estudos. Quem quiser saber mais, tem uma live com o profissional do meu IGTV. Não fiz para emagrecer porque sou contra jejum para emagrecer tenho dois programas de emagrecimento e nenhum usa jejum. Sem mais!”, começou.

Ainda sobre jejum. Coloquei nos meus destaques com nome ‘artigos jejum’ pesquisas e artigos comprovando o benefício do jejum a saúde não é a Mayra que está falando nem o doutor Corassa são vários médicos e pesquisadores do mundo todo, contra fatos não há argumentos! Eu não fiz nem sou a favor de fazer jejum para emagrecer! Jamais faria”, complementou Mayra.

Na ocasião, Mayra rebateu Bruno, o chamando de “doutor de merda”, atitude que o fez ir ao Tribunal de Justiça de São Paulo para prestar uma queixa-crime e ao Tribunal de Justiça da Paraíba para acionar uma ação indenizatória por danos morais.

Uma influenciadora digital, com alcance de mais de 6 milhões de seguidores, afirmou que o querelante [Bruno] deveria estudar, questionou a qualidade do atendimento de seus pacientes e chamou-o de ‘doutor de merda’, ‘jovem de merda‘”, destacou os advogados de Cosme nas ações.

Somando os processos, o médico pede R$ 6 mil de indenização. No entanto, o profissional garantiu que não quer o dinheiro. Caso ganhe a causa, o valor será integralmente doado para instituições que atendam pessoas com transtornos alimentares.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›