Miguel Falabella fala sobre Eu, a Vó e a Boi e revela paixão por Arlete Salles

Miguel Falabella
Miguel Falabella falou sobre Eu, a Vó e a Boi no Conversa com Bial (Imagem: Divulgação / Globo)

Miguel Falabella e Arlete Salles foram os convidados do Conversa Com Bial da última terça-feira (3), no qual comentaram sobre Eu, a Vó e a Boi, nova série do autor, que está disponível no Globoplay

Na entrevista, o também ator explicou que a comédia surgiu com base em uma thread do Twitter, que ficou muito famosa por contar a história de rivalidade de duas vizinhas, contada pelo neto de uma delas. Serve pra gente ‘fotografar’ um pouco o país que estamos vivendo. Tudo é na bala, tudo se resolve no grito“, equiparou ele sobre a polarização política.

Uma das protagonistas, Arlete Salles, foi a musa inspiradora de Falabella antes de entrar no meio artístico. “Eu era apaixonado pela Arlete. E eu tinha um pôster que era a Arlete de franjinha, barriga de fora, uma blusa, uma calça de franja… Eram as gatas da época!”, lembrou.

De ídolo, a atriz se tornou parceira do famoso, em trabalhos como Salsa e Merengue (1996) e Toma Lá Dá Cá (2007). “Não é porque ele é meu amigo e está aqui, mas ele é com muita justiça considerado um dos grandes comediógrafos do Brasil. O texto é impecável“, elogiou.

Miguel ainda comentou sobre o seu ritual para conseguir escrever os seus roteiros. “Você faz comédia com raiva, você faz comédia com dor“, comparou.

WordPress Lightbox