Morre Gésio Amadeu, aos 73 anos, após complicações do coronavírus

Gésio Amadeu
Gésio Amadeu morreu nesta quarta-feira (5) (Imagem: Divulgação/ Globo)

Após mais de um mês de internação, Gésio Amadeu morreu, aos 73 anos, nesta quarta-feira (5). O ator estava internado desde o final de junho em hospital de São Paulo, após contrair o novo coronavírus.

A confirmação do falecimento do veterano foi feita pelo filho dele, Mário Amadeu, em seu perfil no Facebook, no final da tarde de hoje. Segundo ele, Gésio Amadeu teve uma falência múltipla de órgãos.

Após a notícia da internação, em junho, Mário Amadeu revelou que o pai foi contaminado pela Covid-19 no hospital, durante uma internação para cuidar de outro problema de saúde. Em seguida, amigos e familiares chegaram fazer uma campanha nas redes sociais pedindo que doassem sangue para ele.

Na ocasião, o filho do ator destacou: “Muitos sabem e muitos não sabem mas estou aqui para esclarecer algumas coisas que estão acontecendo com meu pai que pegou a Covid-19. Meu pai, o ator Gésio Amadeu, no dia 24 de maio, foi a um primeiro hospital para realizar exames pois estava com a pressão alta fazia dias”.

“Como a pressão não abaixava, por determinação médica, ele foi internado. Ele ficou 8 dias na UTI e provavelmente lá ele contraiu Covid. Foi na UTI deste primeiro hospital que meu pai teve febre a primeira vez. Ele teve alta e foi para um quarto, aí eu comecei a acompanhar o meu velho”, informou Mário, em seu Instagram.

Carreira

O mineiro começou a sua carreira aos seis anos, cantando na igreja. Anos depois, em 1969, ele mostrou o seu talento na televisão, mais precisamente na TV Tupi, onde interpretou papéis em Éramos Seis, O Direito de Nascer e Gaivotas.

Após passagens pela Band e TV Cultura, Amadeu trabalhou na Globo na trama Sol de Verão, em 1982. Em seguida, teve um curto contrato com o SBT e voltou para a emissora carioca, onde esteve no elenco da primeira versão de Sinhá Moça.

Na TV Manchete, o famoso fez vários trabalhos e retornou à Globo para as novelas Renascer e A Viagem. No final da década de 1990, ele deu vida ao Chico, de Chiquititas, na emissora de Silvio Santos, gravado inteiramente na Argentina.

A partir dos anos 2000, emendou personagem em Vidas Cruzadas, Amor e Ódio, Seus Olhos, Vidas de Maria, Essas Mulheres e na segunda versão de Sinhá Moça, como o Justo. Em 2007, Gésio esteve no Sítio do Pica Pau Amarelo, como o Tio Barnabé e, em 2009, na novela Paraíso. O seu último trabalho na TV foi em Velho Chico, como o Chico Criatura.

CONTINUE LENDO →

A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.