Nathalia Dill revela susto com a fama após estreia em Malhação

Nathalia Dill
Nathalia Dill comentou sobre sua estreia na TV (Imagem: Divulgação / Globo)

Nathalia Dill relembrou um susto que viveu em sua carreira. Em entrevista ao podcast Novela das 9, do Gshow, a atriz comentou sobre o fato de ter ficado conhecida após sua estreia em Malhação, em 2008, quando viveu a vilã Débora:

“Naquela época, as revistas e os paparazzi eram muito fortes, era uma outra imprensa, outra sociedade. Hoje em dia os discursos de empoderamento transformaram a forma com que as pessoas podem dialogar. Antigamente não se questionava… a pessoa estava com o corpo fora do que é caracterizado como padrão e era achincalhada, não tinha esse pensamento crítico”.

“Então isso foi um pouco assustador, você ouvir da sua vida, as pessoas falando… na época você não tinha uma rede social na qual você podia colocar as suas palavras. É uma coisa que você só sente quando acontece com você, quando você se depara e vê as pessoas falarem de você, palpitarem sobre o seu relacionamento…”, comentou.

Da época da trama, Nathalia levou alguns amigos para a vida. “A gente se fala até hoje. Tem um grupinho de quem está no Rio: eu, Carolinie Figueiredo, Sophie Charlotte e Johnny Massaro. Eu até reavivei outro dia e falei: ‘Vocês têm que vir aqui conhecer a Eva, ela já vai fazer um ano e vocês não conhecem!’. Eu tenho muito carinho, porque parecia um recreio. Eu regredi alguns anos de maturidade ali (risos)“, contou.

Por falar em Eva, que está com dez meses, Dill comentou sobre as dores da maternidade:

“A maior dificuldade é como a sociedade não inclui a maternidade. A toda hora eu fico me perguntando como as pessoas fazem, como é… você tem que trabalhar, e você deixa com quem, como é essa dinâmica? Eu liguei pra todas as minhas amigas depois que a Eva nasceu perguntando: ‘como é que você fez?’. Eu achei essa dinâmica muito pesada, é bem difícil. A sociedade não inclui. Então essa dinâmica foi o que mais me assustou”.

Eu estou nesse dilema agora: bota na creche, não bota, chama alguém, uma educadora, faz uma creche parental, bota numa creche aqui do lado? É complicado. A gente está sempre pensando em como administrar a dinâmica nova que se instaura na casa – e como fazer isso de uma forma legal, que não explore os outros, que não gere um ciclo vicioso… como ser de uma forma saudável?”, completou.

MAIS LIDAS

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›