Natuza Nery expõe declaração de novo ministro de Bolsonaro e detona: “Machista”

Natuza Nery
Ao vivo na GloboNews, Natuza Nery desabafa após descobrir discurso machista de ministro de Bolsonaro (Imagem: Reprodução – Globo – Twitter / Montagem – RD1)

Novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida foi alvo de uma opinião firme de Natuza Nery. A comentarista da GloboNews resgatou uma fala machista do novo auxiliar do presidente Jair Bolsonaro (PL) e resgatou uma passagem da sua vida na época da gravidez.

“Como ele é um personagem relativamente novo, pelo menos com esse poder agora, eu queria puxar uma frase, algumas frases infelizes, declarações infelizes, mas uma que me tocou fundo. Ele fala das mulheres, que são no mercado de trabalho prejudicada quando elas têm filhos”, iniciou.

“Ele não falava isso no sentido de diagnóstico, pois há pesquisas que mostram justamente que as mulheres quem têm filhos tem mais dificuldade de se manter no mercado de trabalho”, salientou.

Veja Também

Em seguida, Natuza Nery recordou o comentário do novo ministro. A fala foi ouvida atentamente por Cesar Tralli, âncora do canal de notícias da Globo:

“Ele dizia assim: ‘Eu sou contra licença-maternidade de seis meses. Isso é criminoso contra a mulher. Você dar uma licença-maternidade de seis meses para a mulher é mais ou menos como você chegar para um empresário e falar: não promova uma mulher. Se ela engravidar, vai ficar seis meses fora da empresa'”.

“Ele reproduz uma ideia machista”, acusou. Em seguida, Natuza Nery relembrou um momento da sua vida:

“Eu vou pedir uma licença para citar um caso pessoal. Quando eu engravidei, eu estava fora do Brasil e uma empresa, a Reuters, me chamou grávida de seis meses e eu fiquei surpresa. ‘Você vão me contratar grávida de seis meses? Eu vou trabalhar três meses e vou entrar de licença-maternidade por quatro meses'”.

Por conta do ótimo trabalho de Natuza Nery, a empresa de comunicação garantiu a contratação. “Quando eu volto da minha licença… Tralli, eu trabalhei tanto que eu estava entre os profissionais da Reuters que mais produziram [no mundo]. Então, é machista e desinformação achar que quando a mulher tem filhos vai produzir menos”, detonou.

Confira:

O que você achou? Siga @rd1oficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.
Veja mais ›