Neto compara Bolsonaro ao PT e detona interferência do presidente na CBF

Neto
Inconformado, Neto reage contra Copa América, cita Bolsonaro e PT (Imagem: Reprodução / Band)

Neto cobrou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante Os Donos da Bola e comparou a atitude do “capitão” referente à Copa América com o PT na época da Copa do Mundo, em 2014, e as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

“Vocês que são bolsonaristas, ou vocês que são do PT, vocês estão se preocupando com Copa América? Será que vocês não tinham que se preocupar com educação, com escola? Em 2014 e 2016 teve Copa do Mundo [e Olimpíada]. Quem que governava o país? Era o PT. Nos arrebentou. Não temos legado nenhum”, esbravejou ao vivo.

O ex-jogador lembrou que a CBF é uma entidade independente do governo brasileiro e que por isso ela “não pode ter interferência política em relação ao futebol”.

“Eu não estou nem aí para a Copa América. Não vou assistir. Não estou nem aí para os jogos da Seleção Brasileira. Eu não tenho vontade de ver, como ex-jogador da seleção brasileira – e não joguei nada na seleção. Mas precisa disso?”, perguntou.

Bravo com a situação, Neto citou Tite e deu um conselho ao atual técnico da seleção. “Oh, Tite, se você quer ser um dos maiores treinadores da história, pede demissão! Pede demissão da CBF! O maior absurdo do absurdo é a comissão de ética? Que comissão de ética é essa da CBF? Qual é a comissão de ética da CBF? Você está de brincadeira comigo”, atacou.

Sobrou até para o vice-presidente Hamilton Mourão. “Aí vem o vice-presidente e fala: ‘Ah, o Tite vai dirigir o Cuiabá’. Falta de respeito ao Cuiabá, que está sem treinador, aí, o filho do presidente (fala) que o Tite é comunista, que é amigo do Lula. Espera um pouco aí”, pediu.

Em recado claro aos dirigentes do futebol, Neto soltou o verbo contra a Conmebol e a CBF e destacou o trabalho feito pela Globo com a reportagem sobre o assédio sexual do presidente da CBF, Rogério Caboclo, contra uma funcionária da entidade brasileira:

“A Copa América, será que vocês não perceberam, é só um tirozinho, é um traque, não é nada em relação ao que a mulher sofreu, ao que esse presidente fez com ela. É só ver os áudios do ‘Fantástico’. E parabéns à Globo de não colocar a mulher falando, expor. Não me importa se vai ter Copa América ou não. Já está uma zona geral: já não comprou vacina. Agora, nós vamos nos preocupar com Copa América, que é água de salsicha?”.

“A discussão da Copa América não é mais importante que do assédio sexual. A cada oito minutos, uma mulher é morta neste país. A cada oito minutos, uma mulher é estuprada neste país. Sua mãe, sua filha, sua esposa, quem pega ônibus, metrô, criança, dentro de casa. E a gente está preocupado com Copa América”, expressou.

Paulo CarvalhoPaulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›