Neto provoca e compara Sampaoli com ator pornô brasileiro

Neto
Neto detona Sampaoli e faz comparação com ator pornô (Imagem: Reprodução / Band)

Neto ficou revoltado com a recente entrevista de Jorge Sampaoli, ex-técnico do Santos, para o Globoesporte.com. Durante Os Donos da Bola da última terça-feira (17), o famoso ironizou e comparou o treinador com um ator pornô brasileiro.

Para o ex-jogador, a saída do argentino do clube do litoral paulista foi desrespeitosa. “O que ele fez com o Santos no final foi uma falta de respeito enorme. Esse cara é um intragável, mascarado, extremamente metido“, surpreendeu o apresentador.

Após a exibição de um trecho da entrevista lida ao vivo pelo comentarista, as críticas subiram de nível. “Ele desdenha do Palmeiras, humilha o Santos e os treinadores“, listou.

De olho na polêmica, Neto pediu uma lista dos títulos já ganhos por Sampaoli ao lado de títulos conquistados por treinadores brasileiros. Provocador, ele alfinetou e comparou o rival com o Kid Bengala e o deputado federal Alexandre Frota.

Já que esse cara é tão Kid Bengala, já que ele é o cara mesmo, já que ele é o Alexandre Frota, vamos colocar quantos títulos tem o Luxemburgo, o Tite, Abel [Braga], Muricy [Ramalho] e ele que é ‘o cara’ hoje“, anunciou.

Após a exibição dos números, onde Luxemburgo aparece com 29 títulos, Abel Braga com 21, Tite com 16 e Muricy com 15 conquistas, Sampaoli veio com distantes 6 títulos conquistados.

Foi quando o eterno ídolo do Corinthians detonou: “Vocês estão de brincadeira comigo? Se eu colocar o René Simões, Joel Santana, Nelsinho Batista. ‘Ah, mas fez um ótimo trabalho no Santos’. Fez, parabéns! Mais que a obrigação de um cara que ganha um milhão“.

Confira:

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

MAIS LIDAS

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email [email protected].
Veja mais ›