No ar em Salve-se Quem Puder, Cirillo Luna vive intensa preparação para ingressar em Gênesis

Gênesis
Cirillo Luna celebra personagem em Gênesis (Imagem: Blad Meneghel / Record)

Ainda no ar em Salve-se Quem Puder, folhetim da Globo, o ator Cirillo Luna já vive o seu novo desafio na TV. Ele interpreta Esaú, um dos principais personagens da nova fase de Gênesis, novela da Record.

O laboratório do artista, que na trama vive o irmão gêmeo de Jacó, interpretado por Miguel Coelho, incluiu aulas de luta com três tipos de espada, além de aprender a usar o arco e flecha.

Esaú é um exímio caçador, e passei por uma série de treinamentos que nunca teria feito na vida. As espadas são pesadas, cheguei a ficar com o dedo roxo. As primeiras cenas que gravei foram as de luta. A espada pegou de raspão num ator, mas foi só um susto. É tudo coreografado”, comentou em entrevista ao colunista Zean Bravo.

A Record, inclusive, continua surpreendendo por conta da abordagem bíblica que está fazendo na trama e o personagem do artista viveu uma dessas polêmicas no capítulo que foi ao ar no último dia 9, ao protagonizar um trisal ao lado de Judite (Juliana Lohmann) e Basemate (Paula Jubé).

Na história, as duas são apaixonadas por ele desde criança e, juntos, eles fizeram uma orgia antes do casamento, sendo flagrados pelos pais ao amanhecer. A cena foi ao ar recentemente.

Em entrevista ao Notícias da TV, Paula falou sobre o assunto e disparou: “É meu primeiro trisal, e é bíblico. Olha que coisa maravilhosa! Adorei fazer isso (risos)”. Em seguida, ela fez várias revelações:

Na Bíblia não tem a cena de sexo a três na primeira noite, mas na novela tem. O problema é que ela [Basemate] é de outra civilização. Ela é pagã, idólatra e não acredita em um Deus só. Como Esaú desafia os pais, se envolve com ela e Judite. Eles acabam se casando e constituem família. Mas ele vai continuar desafiando os pais, Deus e a própria mulher”.

Ao gravar uma cena de sexo a três, a atriz revelou que acabou sendo flagrada em um momento íntimo pela equipe:

Tem uma cena que eu tiro a roupa. Tiro a blusa ali… E, claro, eu botei o protetor de seios. Mas quando tirei, ele voou (risos). O [Cirillo] Luna teve que ficar concentradão (risos). Olha, a sensação de tirar a blusa e o protetor voar no meio da Record… Só falei: ‘E agora?’. A gente experimentou também um strip-tease, mas tudo foi editado para ir ao ar. Eu adorei, porque sabia que seria tudo com muito cuidado”.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›