No ar em Tititi, Mayana Neiva relembra detalhes marcantes de personagem e faz comparações

Mayana Neiva
Mayana Neiva faz análise sobre atuação em Tititi como Desirée (Imagem: Divulgação / Globo)

Onze anos após o lançamento de Tititi, Mayana Neiva está podendo rever sua estreia nas novelas, onde interpretou a personagem Desirée. No enredo, que está sendo represado no Vale A Pena Ver de Novo, a atriz dá vida a uma modelo que possui dificuldades de seguir as regras de etiqueta do mundo da moda.

Tenho sensações muito misturadas em relação a isso tudo. Foi um momento muito especial da minha vida e tenho muito carinho por essa personagem. Ao mesmo tempo, eu era muito nova naquilo. Tinha muita espontaneidade naquela atuação. Então, vejo, e penso: ‘Ai meu Deus, faria tudo diferente’. Mas me divirto muito assistindo, lembro dos bastidores e de como a gente ria. Fiquei muito feliz de poder reviver esse momento tão gostoso de aprendiz. Eu me entregava e me divertia muito”, disse Neiva em entrevista à Patrícia Kogut.

Ela contou ainda que a personagem marcou muito sua trajetória, que, inclusive, por muitas vezes foi lembrada pela atuação:

“Até hoje, é a personagem que as pessoas mais reconhecem, mesmo dez anos depois. Na época, recebi muito carinho. Pessoas que estavam fazendo tratamento em hospital me procuravam para dizer que riam muito comigo. E hoje, recebo mensagens no Instagram, inclusive de gente dizendo que está com Covid em casa e está vendo a novela para se distrair. Acho que o Brasil está precisando desse abraço, dessa leveza. É uma trama muito gostosa de assistir e pode dar esse descanso que o público está precisando.  Me emociona, ainda hoje, a receptividade dos espectadores”.

Segundo Mayana, os bastidores das gravações eram de muita diversão: “Foi o bastidor mais mágico da minha carreira. Como era minha primeira, pensei que todas eram daquele jeito, depois descobri que não. O quê a gente ria nas gravações não dá para descrever. Os diretores, o elenco, todo mundo maravilhoso. Sinto que tinha uma energia realmente mágica ali. A gente foi tão feliz, que transbordou. E essa é minha maior alegria, quando um trabalho queima o filme no bom sentido e atravessa a tela, extravasa. Foi muito gostoso”.

Durante o bate-papo, Neiva ainda revelou que conquistou um novo hábito durante a pandemia, que é acompanhar o BBB 2021. O que motivou foi a participação de Juliette Freire, sua conterrânea:

Nunca tinha assistido, mas comecei por causa dela. Nós somos paraibanas da mesma cidade (Campina Grande), temos até amigos em comum. E o preconceito que ela sofreu por causa do jeito nordestino dela, eu sofri também. Fico emocionada com a humanidade dela. Acho lindo quem consegue matar no afeto, trazer humanidade para alguém que esta tentando te prejudicar. Quero que ela ganhe. Ela é muito verdadeira e mostra muitas camadas. Apesar de ser um jogo, vejo que é quem ela é”, revelou.

AvatarDa Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›