No JN, Alan Severiano revela o que enfrentou antes de toma vacina contra a covid

Alan Severiano
Alan Severiano diz que não conseguiu dormir por causa da vacina da covid (Imagem: Reprodução/ Globo)

O Jornal Nacional contou com mais um desabafo sobre a vacina contra a covid-19 nesta terça-feira (29). Alan Severiano, que é responsável pelo boletim sobre o coronavírus no telejornal da Globo, recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19 e comemorou ao vivo.

“Em 24 horas, 1.165.441 pessoas tomamos a primeira dose. E o verbo é esse mesmo, ‘tomamos’, porque eu entrei hoje nesse grupo. Vim até com gravata verde para simbolizar esse momento de esperança”, comentou o âncora do SP2.

Ainda no JN, o jornalista falou que aguarda agora a segunda dose da vacina e disse que estava ansioso e sem conseguir dormir, horas antes de ser imunizado com a primeira dose.

No Instagram, ele fez um relato sobre a experiência. “Conheci essa sensação hoje, era tanta ansiedade que não dormi direito. Depois, conseguir tomar a vacina finalmente, foi um alívio”, iniciou o famoso.

“Cronometrei até ali, deu três segundos e acho que, nesse pequeno período, passaram pela cabeça muitas vidas perdidas, algumas delas que poderiam ter sido evitadas. E também, a vitória da ciência em tão pouco tempo”, acrescentou Alan Severiano.

O apresentador prosseguiu: “A gente tem o privilégio de ter uma resposta, uma saída para essa crise em tão pouco tempo, é uma esperança. Então você, se já está na hora de tomar a primeira dose, vá a um posto de saúde. Se chegou a hora de tomar a segunda dose, não desperdice essa oportunidade”.

O contratado da Globo tem 45 anos e recebeu o imunizante pois integra a atual faixa etária que está sendo vacinada na cidade de São Paulo. “Hoje, me senti um Neil Armstrong diante da agulha: ‘Uma pequena dose para um homem, um salto gigante para a imunidade'”, completou o famoso.

Na semana passada, Renata Vasconcellos aproveitou um momento do Jornal Nacional para comemorar o fato de ter tomado a primeira dose da vacina contra a covid-19, no Rio de Janeiro. O comentário foi feito logo depois de uma reportagem sobre as fake news em torno das vacinas contra covid-19. “Vacina boa é vacina no braço. Todas as vacinas aprovadas pela Anvisa são seguras. Todo mundo quer vacina para se proteger”, ressaltou a jornalista.

“Hoje eu estou feliz da vida, porque hoje eu me vacinei. Primeira dose, é verdade, ainda falta a segunda. Tá anotadinho na minha agenda, segunda dose em setembro“, declarou a âncora do telejornal.

A apresentadora seguiu: “E o sentimento é esse: um sentimento de gratidão pelo trabalho incansável e muito honrado dos profissionais de saúde do SUS, e a consciência desse horror que a gente está vivendo na pandemia, mas vai passar. Porque também estamos atentos e vigilantes”.

Luiz Fábio Almeida
Luiz Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e colunista do RD1. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]
Veja mais ›