Nome da nova novela de Mário Teixeira na faixa das 18h da Globo é divulgado

Mário Teixeira escreveu O Tempo Não Para (Imagem: Divulgação / Globo)

Autor de novelas como Liberdade, Liberdade (2016) e O Tempo Não Para (2018), Mario Teixeira já está se preparando para voltar com tudo na Globo.

Ele já havia recebido carta branca da para a produção de mais uma novela com a sua marca e, segundo o colunista Flávio Ricco, o título já foi definido.

A trama se chamará Mar de Sertão e será exibida na faixa das 18h da emissora. A direção da história também já foi escolhida e ficará com Patrícia Pedrosa.

Para esse novo trabalho, um dos primeiros do período pós-pandemia, a emissora se voltará para fora do eixo Rio-São Paulo.

Segundo a jornalista Patricia Kogut, do jornal O Globo, o folhetim será ambientado no Sertão. Hoje, o intuito da direção do canal da família Marinho é dar liberdade para a produção de tramas nas várias regiões do país.

O remake de Pantanal, previsto para o ano que vem, é apontado como o carro-chefe do plano.

Vale ressaltar que a fila das novelas das 18h já consta Além da Ilusão para depois de Nos Tempos do Imperador.

Alcides Nogueira, que esteve com Mario Teixeira na produção de I Love Paraisópolis (2015), também está no páreo por uma vaga na faixa no ano que vem.

Sobre a adaptação da obra de Benedito Ruy Barbosa para as 21h, ela já começou a ser gravada nas últimas semanas.

Por enquanto, as cenas externas estão sendo produzidas apenas no Rio de Janeiro, porém está no planejamento a viagem de grande parte do elenco para a região do Pantanal.

O autor Bruno Luperi, neto de Benedito, tem feito algumas adaptações na trama, que visam reduzir de 216 capítulos, quantitativo da versão original, para 180 capítulos.

“Muita gente perguntou sobre as mudanças que farei na adaptação de Pantanal. Embora se trate de um remake, serei fiel à versão original. Não à toa, o meu processo começa na leitura minuciosa e análise de cada um dos 209 capítulos escritos pelo Benedito“, informou em entrevista à Cristina Padiglione, da Folha de S. Paulo.

“É natural que algumas situações, hoje, estejam fora de contexto, mas a estrutura dramática é atemporal. Por isso, depois de todos esses anos, o Pantanal segue vivo no imaginário de todos nós”, ressaltou.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›