Nos Tempos do Imperador: Pilar fica entre a vida e a morte

Pilar
Pilar vai ficar entre a vida e a morte (Imagem: Divulgação / Globo)

Pilar (Gabriela Medvedovski) vai passar por fortes emoções nos próximos capítulos de Nos Tempos do Imperador. Segundo informações da colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, a médica vai ser baleada e fica entre a vida e a morte.

Isso acontece após Guebo (Maicon Silva) descobrir que Borges (Danilo Dal Farra) vendeu algumas escravas para um cabaré no Nordeste. Em uma certa noite, ele vai receber o pagamento com seus companheiros.

No momento em que o policial estiver saindo com a maleta cheia de dinheiro, os capangas anunciam o assalto e, em seguida, saem correndo com o valor roubado.

Revoltado, Borges decide ir atrás dos bandidos. Quem vai passar com Samuel (Michel Gomes) pela rua é Pilar e vai ser atingida na barriga por um disparo do policial. A moça logo desmaia e deixa o rapaz desesperado.

Pilar!? Fala comigo, pelo amor de Deus. Alguém me ajuda!”, grita ele. Borges se aproxima e pergunta: “Ela está viva?“. ” Foi você quem atirou nela?“, pergunta o rapaz. “Não! Quem atirou foi o bandido que eu estava perseguindo. Foi ele que atirou“, mente ele.

Desesperado, Samuel grita: “Hospital! Vamos para o hospital!“. Ele leva a amada para a Terceira Ordem e, no local, é informado pela madre de que a situação não está nada fácil.

A bala atingiu o fígado. Pilar perdeu muito sangue. Os médicos estão tentando estancar a hemorragia“, explica a madre. “Tentando? Ela corre risco de vida?“, questiona Samuel, que é surpreendido pela religiosa: “Infelizmente, sim. Reze por ela“.

Vale lembrar que a trama tem previsão de ficar no ar até fevereiro de 2022 e ainda está em processo de gravação na Globo, o que possibilita alguns ajustes. Segundo Kogut, a ideia é que as gravações do folhetim se encerrem em 21 de outubro.

A previsão é aproveitar essa reta final para promover reparos em personagens e núcleos que não tiveram tanta aceitação, bem como evitar mais atritos com os telespectadores – o episódio do “racismo reverso” ainda ressoa nos bastidores.

A propósito, nesses momentos derradeiros estão previstas algumas novidades no elenco. Quem fez uma participação especial no enredo de Thereza Falcão e Alessandro Marson recentemente foi o ator Bruno Garcia, que também está no ar em Sob Pressão, onde vive Décio, o diretor do Hospital Edith de Magalhães.

Além dele, Déo Garcez, que interpreta o abolicionista Luiz Gama no teatro, irá repetir o mesmo personagem em Nos Tempos do Imperador. O artista começou a gravar nos Estúdios Globo recentemente.

Nas últimas semanas, além da baixa audiência, a produção repercutiu devido a uma cena polêmica. Um diálogo entre Pilar (Gabriela Medvedovski) e Samuel (Michel Gomes) gerou revolta, após a sequência ter insinuado que ela, uma mulher branca, estava sofrendo “racismo reverso” por parte do rapaz, que é negro, numa situação fora do contexto histórico, já que a trama se passa no século XIX.

Da Redação
A Redação do RD1 é composta por especialistas quando o assunto é audiência da TV, novelas, famosos e notícias da TV.  Conta com jornalistas que são referência há mais de 10 anos na repercussão de assuntos televisivos, referenciados e reconhecidos por famosos, profissionais da área e pelo público. Apura e publica diariamente dezenas de notícias consumidas por milhões de pessoas semanalmente. Conheça a equipe.
Veja mais ›